sexta-feira, 5 de junho de 2020

Compesa instala lavatórios de mãos em Arcoverde

A cidade de Arcoverde recebeu nesta quarta-feira (3), duas unidades do lavatório de mãos público. A ação, fruto de um convênio entre a Compesa e o Ministério Público do Trabalho de Pernambuco (MPT), é parte de um pacote de ações que integra o plano emergencial desenvolvido pelo Governo do Estado, com o objetivo de minimizar a disseminação da Covid-19.

Os equipamentos foram instalados estrategicamente na Rua Antônio Japiassú e na Praça do Senadinho, no Centro da cidade, onde estão agências bancárias e comércio, sendo áreas com grande fluxo de pessoas. “Nós entendemos que para as pessoas que precisam sair de casa e nem sempre tem como realizar a higienização correta das mãos, este lavatório será de grande ajuda. A novidade foi muito bem aceita por todos e está em alinhamento com as determinações do Governo de Pernambuco de levar mais água para a população”, afirmou o gerente de Negócios do Moxotó, Denis Mendes.

Nessa primeira etapa estão previstas a instalação de 23 lavatórios distribuídos em vários municípios do interior do Estado. Os equipamentos foram todos produzidos com mão de obra própria e materiais reaproveitados das unidades da Compesa. Além disso, estão ligados diretamente na rede de água da Companhia e próximos às caixas coletoras de esgoto para o correto descarte e proteção do meio ambiente.

quinta-feira, 4 de junho de 2020

MEC autoriza credenciamento da Faculdade de Medicina do Sertão, em Arcoverde

O Ministério da Educação – MEC, tornou público através da Portaria n° 508, de 03 de junho de 2020, o credenciamento da Faculdade de Medicina do Sertão (código – MEC 24470), localizada em Arcoverde, na Av. Osvaldo Cruz, n° 10.017, BR 32, Km 270, no bairro do São Cristóvão. De acordo com a portaria, o credenciamento é válido pelo prazo de três anos

A unidade está sob responsabilidade da Sociedade Regional de Ensino em Saúde Ltda, mantenedora da Faculdade São Leopoldo Mandic. Desde novembro de 2019 que estava sendo aguardado pelo município a autorização do credenciamento, para que o primeiro processo seletivo de vestibular possa ser organizado.

“Conseguimos concretizar mais um grande passo no ensino superior da nossa cidade, possibilitando que em breve Arcoverde esteja iniciando a primeira turma do curso de graduação em Medicina. Um sonho antigo do município que se torna realidade”, comemora a prefeita Madalena Britto.

O curso já se encontra com sua estrutura física devidamente concluída, contando com Biblioteca, Diretoria Geral, Salas de Tutoria, Laboratório de Práticas Clínicas, Salas de Professores (tempo integral e atendimentos de alunos), Departamento de T.I., Sala de Metodologia Ativa, Laboratório de Técnicas Operárias, Laboratório de Práticas Integradas, Sala de Ossos, Área Técnica de Anatomia, além de toda a estrutura física da sede, que ainda dispõe de estacionamento para até 800 veículos.

Foto: Israel Leão

terça-feira, 2 de junho de 2020

Centro de Inclusão de Arcoverde abre inscrições para o Curso de Recepcionista em Serviços de Saúde

O Centro de Inclusão da Secretaria de Assistência Social de Arcoverde está com inscrições abertas para o Curso de Recepcionista em Serviços de Saúde. Para se inscrever, é necessário comentar na postagem do curso no Facebook do Centro de Inclusão, com o nome completo e telefone que seja WhatsApp, ter a partir de 18 anos e Ensino Médio completo, além de residir na cidade de Arcoverde.

As aulas começam no próximo dia 09 de junho e acontecerão de forma online. O curso terá no seu conteúdo sobre o trabalho em recepção, humanização, especialidades médicas e da saúde, arquivo e prontuários, atendimento, SUS, comunicação verbal e não verbal gestão de conflitos, ouvir x executar, rotinas administrativas, trabalho e sociedade, organização de trabalho e ética.

Arte: Divulgação

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Governo lança Plano de Convivência com a Covid-19 e estabelece retorno gradual das atividades econômicas

Com o final do período de intensificação da quarentena, o Governo de Pernambuco começa a pôr em prática o “Plano de Monitoramento e Convivência com a Covid-19”, que determina a retomada gradual e planejada das atividades econômicas em todo o Estado. O cronograma prevê de que forma 32 setores econômicos terão as medidas restritivas flexibilizadas, e como será a carga operacional desse retorno, que seguirá protocolos gerais e específicos para evitar a transmissão da doença.

O ciclo de reabertura gradativa chegará à flexibilização total ao final de um período de 11 semanas. O calendário, porém, poderá ser antecipado ou prorrogado, dependendo do comportamento da curva de contaminação. Os detalhes do plano foram apresentados pelos secretários de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, e de Planejamento, Alexandre Rebêlo, em entrevista à imprensa realizada remotamente no Palácio do Campo das Princesas. Ficou claro, na entrevista, que a flexibilização escalonada ocorrerá gradativamente até o Estado chegar ao que se entende por “normalidade controlada”. Na mesma coletiva, o secretário estadual de Saúde, André Longo, detalhou os últimos números da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o plano anunciado hoje, serão considerados, prioritariamente, a relevância socioeconômica dos setores e os riscos que o retorno de cada atividade pode representar para a área de saúde. Os próximos 15 dias, inclusive, serão determinantes para testar a segurança da flexibilização e os impactos na saúde da população. A primeira etapa, que começa nesta segunda (01.06), permite a operação de lojas físicas de material de construção, seguindo novos protocolos de atendimento. Também poderão funcionar, exclusivamente por delivery, as unidades de varejo de bairro e do Centro, assim como shoppings centers e o comércio atacadista.

A partir do dia 08 de junho, a construção civil iniciará o retorno gradual, tanto na Região Metropolitana do Recife quanto no interior: Na RMR, as obras serão liberadas com 50% dos funcionários e no horário das 9h às 18h. Já no interior, a liberação também é de 50%, sem determinação de horário. O comércio atacadista também poderá atuar a partir da próxima semana, mas na RMR só será permitido no horário das 9h às 18h. Novos protocolos do setor deverão ser respeitados.

No dia 15 de junho, os serviços de atendimento ao público entrarão no circuito de flexibilização. Salões de beleza, barbearias e serviços de estética estarão liberados, mas precisarão atender uma pessoa por vez, por agendamento, sem fila de espera e com higienização entre um cliente e outro. Varejos de bairro também poderão funcionar, mas só em lojas de até 200 metros quadrados.

Shoppings centers, centros comerciais e praça de alimentação poderão adicionar o atendimento via coleta na operação. Vale ressaltar que, na RMR, o horário permitido de coleta será apenas entre 12h e 18h. Treinos de futebol profissional estarão liberados a partir dessa data. Todos os setores estarão sujeitos a novos protocolos de segurança, baseados em distanciamento social, regras de higiene, monitoramento e comunicação.

O estudo que determina as etapas de convívio e reabertura das atividades econômicas foi produzido ao longo dos últimos dois meses, pelo Comitê Socioeconômico de Enfrentamento ao Coronavírus, do Governo do Estado, em diálogo com as federações de representações empresariais e a Consultoria Deloitte, que utilizou pesquisas de referência mundiais e nacionais.

O restabelecimento escalonado das atividades econômicas e a circulação de pessoas nas próximas semanas estará sob avaliação, e o cumprimento do cronograma depende do comportamento das curvas de contaminação e de mortes provocadas pelo coronavírus. Atualmente, um grupo formado por agentes da Secretaria estadual de Saúde, em parceria com o Laboratório de Imunopatologia Keiso Asami (Lika), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), além do Porto Digital, mantém atualizado o mapa do impacto da pandemia em todo o Estado.

domingo, 31 de maio de 2020

Quarentena atinge objetivo e curva da epidemia estabiliza em Pernambuco

O governador Paulo Câmara comandou, neste domingo (31), uma reunião de avaliação da quarentena nas cidades do Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata. A disseminação da epidemia do novo coronavírus estabilizou em Pernambuco, e há uma tendência de redução nos municípios que entraram no isolamento mais rígido. Levantamentos feitos pelo Instituto para Redução de Riscos e Desastres de Pernambuco (IRRD), da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), e pela Escola de Higiene e Medicina Tropical da Universidade de Londres, também apontam para a estabilização da epidemia em Pernambuco.

"Nosso objetivo foi atingido com muito esforço de todos, sobretudo da grande maioria da população, que compreendeu a importância do isolamento social. Os números são importantes, mas não querem dizer que vencemos a guerra. Ainda temos um longo caminho pela frente. Precisamos manter o foco", afirmou Paulo Câmara.

A desaceleração da epidemia também foi sentida no sistema de saúde. Com a expansão da rede e o aumento da quantidade de profissionais, a fila de espera por leitos de UTI atingiu o menor patamar desde o mês de março. Nesta segunda-feira (01), o Governo do Estado vai apresentar o plano de retomada das atividades econômicas. O cronograma de flexibilização das regras para cada setor será divulgado, assim como os protocolos de higiene e distanciamento social que serão exigidos para que as empresas reabram as portas.

Vale destacar que alterações no cronograma de abertura e a possibilidade do retorno de medidas mais duras de isolamento não estão descartadas. Os dados de saúde serão monitorados diariamente e vão orientar as decisões do Gabinete de Enfrentamento ao Coronavírus.

terça-feira, 26 de maio de 2020

Pontos de Cuidado contabilizam mais de 33 mil atendimentos e 46 mil refeições distribuídas na RMR

A população em situação de rua faz parte das iniciativas prioritárias do Governo de Pernambuco no enfrentamento da pandemia de Covid-19. A Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas implantou quatro Pontos de Cuidado na Região Metropolitana do Recife, que desde 31 de março, quando a primeira unidade entrou em funcionamento, já contabilizaram 33,5 mil atendimentos.
 
Os Pontos de Cuidado são equipados com lavatório, banheiro e chuveiro para as pessoas em situação de rua. Além da infraestrutura para higiene pessoal, os usuários do serviço são cadastrados, recebem orientações sobre a importância da higiene em tempo de pandemia, instruções sobre a forma rigorosa de se lavar as mãos e informações sobre hábitos a serem evitados, considerando o perfil do público. No cadastro, todos os dias eles têm a temperatura do corpo aferida e são questionados sobre alguns dos sintomas clássicos da Covid-19. Em caso positivo, um profissional de saúde faz o encaminhamento para o serviço público.

Além da estrutura e das informações, os usuários recebem um kit de higiene pessoal e outro de alimentação. A sacola é composta por sabão líquido, xampu, pente, escova de dente, creme dental e toalha descartável. O kit de alimentação tem dois itens de carboidratos (entre bolachas, biscoitos, tareco ou pão); duas frutas com casca; uma proteína (sardinha ou queijo processado); um suco ou achocolatado. Cada pessoa recebe uma garrafa com água mineral na saída. Os Pontos de Cuidados estão abertos de domingo a domingo, em horário amplo para evitar a formação de filas, e atendem no Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Paulista.

Para o secretário Cloves Benevides, é fundamental a atenção às pessoas em vulnerabilidade social, em especial depois de decretada a quarentena. “A oferta de atenção, de alimentos e informação sobre a necessidade do autocuidado são importantes para todos na sociedade e urgentes na base da pirâmide”, explicou.

 Endereços e horários de funcionamento dos Pontos de Cuidado

Recife - Armazém 14 – Avenida Alfredo Lisboa,s/n - Bairro do Recife

Horário: 8h às 13h e das 13h30 às 17h30


Jaboatão dos Guararapes - Praça Severina Coelho, Centro de Cavaleiro

Horário: 8h às 15h


Olinda - Av. Sigismundo Gonçalves, 700 - Carmo (Casas da Três Marias)

Horário: Olinda 8h às16h


Paulista - Procon Paulista, na Praça Papa João XXIII, 59 – Centro

Horário: 8h às 17h

Cecora fecha na quinta (28) e na sexta-feira (29), em virtude da antecipação de feriados

A administração do Centro Comercial Regional Vereador Ulisses de Britto Cavalcante – Cecora, informa que nos próximos dias 28 e 29 de maio, na quinta e na sexta-feira, o referido centro de compras não estará funcionando. Conforme o Decreto Municipal n° 249/2020, de 25/05/2020, a medida se deve em virtude da antecipação dos feriados referentes ao ciclo junino do município.

O Cecora funciona até a próxima quarta-feira (27), no horário reduzido das 5h da manhã ao meio dia.  

A medida obedece às orientações do Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus (Covid-19), da Vigilância Sanitária e do Decreto n° 48.833, de 20/03/2020, do Governo do Estado de Pernambuco, com o objetivo de evitar a proliferação da pandemia. Como já recomendado à população, é importante que aglomerações sejam evitadas e assim que os itens de primeira necessidade forem adquiridos, os consumidores retornem de imediato às residências.

No Cecora estarão funcionando apenas os setores de frutas e verduras, carnes, farmácias, mercadinhos, depósito de água, ração animal e outros descriminados no Decreto n° 48.833, do Governo de Pernambuco. O documento permite o funcionamento para supermercados, padarias, lojas de conveniência e demais estabelecimentos voltados ao abastecimento alimentar da população, assim como lojas de defensivos e insumos agrícolas; farmácias e estabelecimentos de venda de produtos médico-hospitalares; lojas de produtos de higiene e limpeza; postos de gasolina; casas de ração animal; depósitos de gás e demais combustíveis.

Não estarão abertas as áreas de confecções, calçados, bijuterias, importados, material para o lar, além de lojas de utensílios de plástico e de utilidades para festas.

Foto: PMA/Divulgação

Estado e PCR chegam a mais de dois mil novos leitos para pacientes com Covid-19

O Governo do Estado e a Prefeitura do Recife (PCR) atingiram, nesta segunda-feira (25), a marca dos 2.104 leitos destinados ao tratamento do novo coronavírus para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em Pernambuco. O número é maior que o dobro da meta estabelecida em março, quando a expectativa era de criar mil vagas. Do total de novos leitos, 739 são de Terapia Intensiva (UTI) e 1.365 são de enfermaria.

Pela gestão estadual, foram colocados em funcionamento 1.377 leitos, distribuídos em 20 municípios, englobando as quatro macrorregiões de saúde de Pernambuco. Desse total, 614 são vagas em Unidades de Terapia Intensiva. Destaque para a inauguração dos hospitais de referência para a Covid-19, em Boa Viagem (antigo Alfa), que já conta com 55 leitos de UTI; e Olinda (Maternidade Brites de Albuquerque), que tem 22 leitos de Terapia Intensiva.

Além disso, as unidades da rede estadual também ampliaram o número de leitos, abrindo novas vagas exclusivas para o tratamento da covid-19, como o Hospital Universitário Oswaldo Cruz, que implantou 45 leitos de UTI dedicados à doença; o Hospital Agamenon Magalhães, que destinou 44 leitos desse tipo; o Hospital Dom Hélder Câmara, com 40 vagas de Terapia Intensiva; e o Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, também com 40.

“Esses números mostram o esforço do Governo do Estado em cumprir um compromisso feito ainda no início dessa pandemia, de ampliar o número de leitos dedicados à Covid-19, especialmente os de Terapia Intensiva, em Pernambuco. Um grande esforço em todos os sentidos: ao mobilizar toda uma rede de saúde, por meio da mobilização de recursos financeiros e humanos, no sentido de ampliar a nossa capacidade de atendimento, recebendo mais pacientes. Esse, certamente, já é o maior esforço de abertura de leitos de toda a história da Saúde Pública em Pernambuco, e está sendo responsável por salvar muitas vidas todos os dias”, comentou a secretária executiva de Vigilância em Saúde de Pernambuco, Luciana Albuquerque.