terça-feira, 21 de maio de 2019

Centro de Inclusão realiza aula inaugural dos cursos de Recepcionista em Meios de Hospedagem e Segurança no Trabalho

O Centro de Inclusão da Secretaria de Assistência Social de Arcoverde realizou, na última sexta-feira, 17 de maio, a aula inaugural dos cursos de Recepcionista em Meios de Hospedagem e Segurança no Trabalho, que vai beneficiar 64 pessoas.

A iniciativa faz parte do Projeto Amigo do Conhecimento, desenvolvido no espaço onde os cursos são ministrados por voluntários. A abertura contou com as presenças do vice-prefeito de Arcoverde, Wellington Araújo, da secretária de Assistência Social, Patrícia Padilha, e da secretária de Desenvolvimento Econômico, Jussara Pereira.

A secretária municipal Patrícia Padilha destacou a importância das atividades. “Esses cursos são de extrema importância para atender a uma demanda do mercado cada vez mais crescente e exigente de mão de obra qualificada. O Centro de Inclusão é referência na capacitação profissional. Nos anos do governo Madalena Britto já foram capacitadas mais de 4 mil pessoas. São pessoas que tiverem a oportunidade de empreender, abrindo o próprio negócio e de entrar no mercado de trabalho”.

Para o vice-prefeito Wellington Araújo, “é muito bom ver tantas pessoas buscando se capacitar e buscar o melhor para sua vida. Essa formação é muito importante já que teremos em breve o São João aonde os equipamentos turísticos precisam ampliar o seu pessoal, vem aí às obras do Shopping Arcoverde, vem aí o Atacarejo que inaugura ainda este ano, e quem estiver mais capacitado terá mais chance de adentrar no mercado de trabalho.”

“O Programa Amigo do Conhecimento tem sido um verdadeiro sucesso, nós temos recebido profissionais das mais diversas áreas que se dispõe a dar cursos de forma totalmente gratuita e ajudar a mudar a vida das pessoas através da educação profissional. A educação faz grandes milagres nas vidas das pessoas e temos tido a oportunidade de vivenciar isso aqui no Centro de Inclusão”, destacou a coordenadora Amannda Oliveira.

Fotos: Amannda Oliveira

Arcoverde realiza abertura dos Jogos Escolares Municipais e Regionais nesta quarta (22)

A Secretaria de Educação e Esportes da Prefeitura de Arcoverde realiza, nesta quarta-feira, dia 22 de maio, na Quadra Poliesportiva Áureo Bradley, do Sesc local, a solenidade de abertura da 21ª edição dos Jogos Escolares e 46ª edição dos Jogos Escolares Regionais. A atividade começa às 9h, sendo aberta ao público.

Os jogos terão a participação de alunos-atletas oriundos de catorze escolas municipais, doze estaduais e três da rede privada, num total de vinte e nove estabelecimentos de ensino. Ao todo, os jogos escolares terão 226 competições. Para a realização da 46ª edição dos Jogos Escolares Regionais, o município conta com a parceria da Gerência Regional de Educação – GRE Arcoverde.

“Numa primeira etapa (de 25 a 29 de maio), teremos o período voltado à Rede Pública Estadual com a participação de quinze escolas nas modalidades Futsal, Vôlei e Basquete. E numa segunda etapa (30 de maio a 02 de junho), teremos oito escolas participantes na modalidade futebol de campo. Haverá, ainda, uma terceira etapa (de 04 a 13 de junho), que terá a participação de catorze escolas na modalidade Futsal – nas categorias Fraldinha (masculino e feminino), Pré-mirim (masculino e feminino), Mirim (masculino e feminino), Vôlei (misto), Basquete (misto) e Handbol (misto) - no total de nove modalidades”, afirmou a secretária municipal de Educação e Esportes, Zulmira Cavalcanti.

Leite materno: 1 litro doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia

 Anualmente, os bancos de leite humano e postos de coleta em todo o país se mobilizam na semana que inclui o dia 19 de maio para reforçar a importância da doação de leite materno, estimulando as mães que estão em período de amamentação com seus bebês a doar o excedente. As atividades de conscientização se estendem ao longo do ano, mas é nesse período que a Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE) alerta para a necessidade desse ato de solidariedade. Para se ter uma ideia, um litro de leite materno doado pode alimentar até dez recém-nascidos por dia. 

Em 2018, as unidades pernambucanas coletaram mais de 11 mil litros de leite humano - entre os coletados nos cerca de 15 unidades pernambucanas, entre bancos de leite e postos de coleta.

Em relação ao número de doadoras, o Estado pulou, no primeiro quadrimestre de 2019, de 2.090 em 2018 para 2.312 neste ano, o que equivale a 10% de aumento. Apesar do acréscimo, a ampliação no leite distribuído foi de apenas 1,5% (3.238 litros em 2018 e 3.287 litros em 2019) e de crianças beneficiadas, de 2,3% (3.757 em 2018 e 3.847 em 2019). Por isso, é necessário incentivar as mães a fazer parte, permanentemente, dessa rede de apoio.

Para se tornar doadora, além de ter excesso de leite, a mulher deve ser saudável e não usar medicamentos que impeçam a doação. “A interessada pode procurar o banco de leite mais próximo de sua residência, levando todos os exames clínicos em dia para fazer o cadastro e receber todas as orientações necessárias para o processo correto de doação. É importante lembrar, ainda, que a campanha acontece em maio, mas nossos bancos de leite precisam de doação o ano inteiro, principalmente nos períodos festivos, como Natal, Ano Novo e Carnaval, quando os bancos de leite registram uma queda nas doações”, pontua a coordenadora de Aleitamento Materno da SES, Marília Macêdo.

Uma das principais referências estaduais é o Banco de Leite Humano e Centro de Incentivo ao Aleitamento Materno do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (BLH/CIAMA/IMIP). O serviço foi o primeiro hospital no Brasil a receber o título de "Hospital Amigo da Criança", outorgado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pelo Ministério da Saúde, prêmio para as unidades que cumprem os dez passos para o sucesso do aleitamento materno. O banco de leite do Imip é uma das unidades responsáveis por pesquisas e treinamentos sobre o assunto, além de ser o serviço responsável por compilar todos os dados dos bancos de leite e pontos de coleta em Pernambuco. Anualmente são atendidos, em média, no local, 97 mil recém-nascidos, lactentes e suas mães.

O leite humano doado passa por um processamento especial. A substância é analisada, pasteurizada e submetida a um rigoroso controle de qualidade antes de ser ofertado a uma criança. Geralmente, é destinado a bebês prematuros de baixo peso internados nas UTIs e UCIs neonatal dos hospitais de referência, além de alojamento Canguru. A maioria apresenta patologias diversas, principalmente do trato gastrointestinal. “O leite materno doado auxilia, principalmente, a estabilizar a situação clínica desses bebês, fornecendo as substâncias necessárias para a nutrição de qualidade e para a melhora deles. Por isso, costumamos dizer que esse alimento salva vidas”, reforça a coordenadora.

Nos bancos de leite, além de ordenhar o material excedente, as mães também são acolhidas e orientadas em casos de dúvidas e dificuldades em relação ao aleitamento. Tanto as que estão internadas no próprio serviço de saúde, quanto as doadoras externas. De janeiro a abril deste ano, foram 102.588 atendimentos às doadoras, entre sessões individuais e em grupo. Esse número equivale a um aumento de 25,9% em relação à quantidade de atendimentos realizados no mesmo período em 2018 (81.471 atendimentos). Em todo ano passado, foram 244.948 atendimentos.

Atualmente, quatro bancos de leite estão sob gestão do Governo de Pernambuco e aceitam doação do público. No Recife, há o Hospital Barão de Lucena (81 3184.6552), que, atualmente, possui 22 litros e está com consumo diário em torno de 500 ml; já o Hospital Agamenon Magalhães (81 3184.1690), também no Recife, está com estoque de 45 litros (consumo diário de 1,5 L). Já no Hospital Jesus Nazareno (81 3719.9338), em Caruaru, o estoque está em 20 litros (consumo diário de 500 ml); e o Hospital Dom Malan (87 3202.7000), em Petrolina, que conta, atualmente, com 3 litros (necessidade de, em média, 1 L/dia). Outras instituições públicas e privadas também recebem doação. Para ver a lista completa, basta acessar o link https://bit.ly/2sfx9MM.

COMO DOAR –
 As mães interessadas em doarem seu leite excedente devem entrar em contato com o Hospital pelo 3184.1690. Para retirar o leite da mama, a indicação é que a mãe use um lenço para proteger a boca e a cabeça, além de higienizar as mãos antes de iniciar o processo.
 O produto deve ser armazenado em potes de vidro com tampa de plástico, como os de maionese ou café. O papel que vem na parte interna da tampa precisa ser retirado antes de todo o processo. Para higienizá-los, deve-se lavá-los com água corrente e sabão neutro.
 Em seguida, colocá-los em uma panela com água e levá-los ao fogo. Após a água começar a ferver, deixar por mais 15 minutos.

AMAMENTAÇÃO CRUZADA -
Nos últimos meses, uma prática bastante usada no passado, pelas chamadas “amas-de-leite”, quando uma mulher que possuía excedente optava por amamentar diretamente um bebê cuja está impossibilitada de amamentar, voltou a chamar atenção ao ser veiculada em programas da mídia.

No entanto, esse costume, formalmente chamado de amamentação cruzada, é contraindicado pelo Ministério da Saúde (MS)e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), uma vez que traz diversos riscos ao bebê, podendo transmitir, inclusive, doenças infectocontagiosas, como o HIV/Aids. “Nós sabemos que muitas vezes a mãe doadora tem boa intenção em amamentar outra criança que não a sua, mas é preciso entender que essa prática pode ser prejudicial para o bebê. Esse leite excedente deve seguir todo o processo preconizado pelos bancos de leite, o que garante a sua qualidade”, alerta a coordenadora de Aleitamento Materno da SES.

Crédito das fotos: Miva Filho / SES

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Paulo Câmara entrega certificados de qualificação a 98 trabalhadores em Belo Jardim

Mais qualificação profissional para os pernambucanos. Durante passagem pelo município de Belo Jardim, no Agreste Central, nesta sexta-feira (17), o governador Paulo Câmara entregou certificados de conclusão de curso a 98 trabalhadores, formados por meio de uma parceria entre a Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq), a fábrica de baterias Moura e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). Os alunos foram qualificados dentro do Programa “Novos Talentos” e, agora, estão preparados para trabalhar como operadores de processos de produção.

Durante a solenidade, na Unidade da Serra da fábrica Moura – localizada no Complexo Industrial da Serra do Gavião, Paulo Câmara parabenizou os concluintes e falou sobre a importância do programa. “As parcerias são fundamentais. Por isso é que a gente se junta com o Sistema S para qualificar as pessoas. Porque o que vai fazer a diferença no futuro é a qualificação, a educação, a capacidade dos nossos jovens de terem oportunidades no futuro. E é isso que a gente busca no programa Novos Talentos: dar a porta de entrada para que esses jovens sejam inseridos no mercado de trabalho em Pernambuco, com trabalhos de qualidade”, afirmou o governador.

E as oportunidades já começaram a aparecer. O concluinte Geraldo Junior, de 24 anos, após o curso, vem enfrentando um desafio e tanto: está há 16 dias como contratado na Moura, e sua vida já está mudando. “Está tendo uma mudança no meu lar e está sendo um momento especial tanto para mim como para aquelas pessoas que convivem ao meu redor”, disse, emocionado. E completou: “então, eu só tenho a agradecer ao Governo, à parceria com o Senai e também ao pessoal do Grupo Moura, que está me dando a chance de participar dessa empresa e desenvolver todas aquelas atividades que eu aprendi no curso para colocar em prática”.
 
Os alunos participaram de módulos teóricos e práticos promovidos pelo SENAI, atingindo a média geral de 8,5. O curso teve a carga horária de 300 horas. Os escolhidos para participar do treinamento enfrentaram um processo seletivo com mais de 500 candidatos. Essa nova fase do curso teve um investimento da Seteq de mais de R$ 58 mil. O convênio firmado com a Baterias Moura já havia certificado 79 alunos em 2017 e a expectativa é de abrir mais 100 vagas no segundo semestre de 2019.

“A gente sente uma alegria muito grande de ver esse processo de crescimento profissional dos trabalhadores pernambucanos, de ver que eles têm mais oportunidades de garantir um espaço no mercado de trabalho a partir da qualificação e do aprendizado. O governador Paulo Câmara tem trabalhado dia e noite para gerar empregos e tem estimulado sua equipe a fazer o mesmo para enfrentar os desafios deste tempo, que são muitos”, disse o secretário de Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, que marcou presença na solenidade.

Participaram do encontro também os coexecutivos do Grupo Moura, Sérgio Moura e Paulo Sales, e o membro do Conselho de Administração da empresa, Pedro Ivo; o deputado estadual Sivaldo Albino; o diretor regional do SENAI, Nilo Simões; os secretários Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico) e Aluísio Lessa (Ciência, Tecnologia e Inovação); o prefeito de Tacaimbó, Álvaro Marques, e o ex-prefeito de Belo Jardim João Mendonça, entre outras autoridades da região.



Fotos: Heudes Regis/SEI

Vereador recifense Aerto Luna se filia ao PSB

O Partido Socialista Brasileiro filiou, na noite desta quinta-feira (16), mais um importante quadro que vai contribuir com o fortalecimento da bancada socialista na Câmara Municipal do Recife, agora composta por nove parlamentares. O vereador Aerto Luna assinou a ficha de filiação, na sede do partido, em um ato que foi acompanhando pelo prefeito recifense Geraldo Julio, pelo presidente Estadual do PSB, Sileno Guedes, o deputado estadual Diogo Moraes, além dos vereadores socialistas Carlos Gueiros, Felipe Francismar, Aderaldo Pinto e Samuel Salazar (PRTB).

Durante o ato de filiação, que contou com a presença de familiares e líderes políticos do vereador, Aerto Luna afirmou que, após a unificação do PRB e Patriota, sua permanência no partido ficou inviável devido aos posicionamentos da última legenda. Ele destacou que já fazia parte da Frente Popular de Pernambuco e a escolha da filiação. “Por que o PSB ? A minha história, além de ser filho de liderança política e sindical, foi iniciada nos movimentos pastorais da igreja católica, sempre buscando entender as políticas públicas para uma parcela da sociedade que necessita do estado para ter uma vida digna e vendo como poderia contribuir para termos uma sociedade mais justa e igualitária. Vi no PSB este cenário de poder contribuir com a formação dessas políticas públicas e colocar em prática aquilo que acredito”, disse.

Durante a reunião, o prefeito Geraldo Julio falou da importância do PSB fortalecer suas bandeiras em um momento tão conturbado no País, com o enfraquecimento das políticas públicas de Educação e Assistência Social, essenciais para a população. “A gente precisa mostrar às pessoas com menos acesso à informação o que está acontecendo no Brasil porque essas escolhas são feitas por decisão. Precisamos fazer esse debate político de maneira séria. E hoje a gente está assinando a ficha de um homem sereno, firme, sério, corajoso, num tempo que parece que é encomendado. E Aerto entra num debate quando a discussão é equilibrada e com assunto sério. E tudo isso é muito valioso para fortalecer nosso partido”, frisou.

Durante o ato, o presidente Estadual Sileno Guedes destacou que a história do PSB conta com a contribuição de grandes nomes na política local e nacional, a exemplo do ex-governadores Miguel Arraes, Eduardo Campos, João Mangabeira e Jamil Haddad, e que o partido continua sendo fortalecido com a chegada de políticos como Aerto Luna. “Estamos reunidos para trazer pessoas como você, pessoas da sua qualidade, políticos que com seu espírito público, seriedade e serenidade possam discutir o futuro político do País. Você traz consigo essa virtude, que admiramos e vai fazer bem ao PSB. Somos um partido que tem vida. Temos nossas referências, mas são os segmentos sociais que fazem essa construção diária. Um partido que não tenha presença da sociedade é apenas agremiação e não estamos aqui para isso”, afirmou.

Também presente no evento, o deputado Diogo Moraes falou da responsabilidade do partido e suas lideranças com a discussão de temas importantes para a sociedade pernambucana. “Com a liderança do presidente Sileno o partido só tem a crescer. Fico feliz em você ajudar nosso prefeito Geraldo Julio e nosso partido. O PSB é sua nova casa, uma casa boa para fazer política e trabalhar. Vamos fazer um excelente trabalho”, finalizou.


Fotos: Roberto Pereira

quarta-feira, 15 de maio de 2019

São João 2019: Rua do Lazer vai passar por intervenções e melhorias

A Prefeitura de Arcoverde, por meio da Secretaria de Serviços Públicos e Meio, vai promover nos próximos dias, intervenções e melhorias na Rua do Lazer, localizada no entorno da Praça da Bandeira, um dos locais mais movimentados durante a realização do ciclo junino no município.

“Estaremos realizando a reposição de pedras portuguesas em alguns trechos danificados do passeio público (próximo ao beco de acesso à Rua Alcides Cursino) e também identificando eventuais problemas hidráulicos nos toaletes públicos (tanto masculino, quanto feminino). São cuidados pontuais que sempre fazemos para que turistas e moradores possam usufruir dos equipamentos em outras épocas do ano e principalmente no período junino”, adiantou o secretário municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Freed Gomes.

“Temos de estar atentos a tudo. Então é sim necessário e imperativo repor as pedras portuguesas, até por questão de segurança. Temos de pensar nos turistas e moradores que vão passar a temporada aqui no município”, avaliou Freed.

A Rua do Lazer conta atualmente com oito quiosques dispostos pela artéria que comercializam lanches rápidos e bebidas. Já num dos lados da Praça da Bandeira, durante o São João, fica a parte do polo gastronômico da festa, complementado pelas barracas instaladas no Senadinho. O acesso à via se dará por três pontos: Restaurante Joy (na esquina com a Av. Severiano José Freire), Senadinho (Coreto) e próximo ao beco (entre a Rua Alcides Cursino e a própria Rua do Lazer). Em todos estes pontos haverão PMs postados, com detectores de metal, para a revista do público.

O São João 2019 de Arcoverde, que acontece de 21 a 29 de junho, contará com 10 polos de animação, sendo oito deles com atrações artísticas e culturais.

Foto: PC Cavalcanti

Frente Parlamentar leva discussão sobre o Rio São Francisco para Cabrobó e Floresta

Berços da transposição, pontos de partida do projeto de integração de bacias, Cabrobó e Floresta recebem nesta sexta-feira (17) a Frente Parlamentar em Defesa do Rio São Francisco para discutir em audiência pública as consequências do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG) para o rio, com foco nos riscos aos usos múltiplos das suas águas. Os deputados estaduais Lucas Ramos (PSB) e Fabrizio Ferraz (PHS), respectivamente coordenador e vice-coordenador do colegiado, comandam a realização dos debates.

A primeira audiência será em Cabrobó, às 9h, na Câmara de Vereadores. À tarde, Floresta receberá o debate a partir das 14h também na sede do Poder Legislativo municipal. “Vamos apresentar o cenário de destruição que o rompimento da barragem provocou em Brumadinho, levando a óbito 240 pessoas além de outras 32 desaparecidas, matando também o Rio Paraopeba e que agora ameaça a qualidade da água do São Francisco. A audiência pública é o momento de mobilizar a sociedade, que precisa estar atenta ao assunto para construir soluções e conter as ações que minimizem o impacto ambiental, além de evitar que novos desastres aconteçam”, explicou Lucas Ramos.

O deputado ressaltou que o desastre em Minas Gerais pode afetar a vida de milhões de brasileiros. “São 13,5 milhões de pessoas atendidas pela transposição do Velho Chico e a chegada dos rejeitos minerais no seu leito pode comprometer a agricultura, a pesca artesanal, o abastecimento, o turismo e a geração de energia”, afirmou. Segundo análises de pesquisadores da Fundação Joaquim Nabuco, o Rio São Francisco vem se contaminando desde o dia 12 de março, data em que a lama de rejeitos alcançou a represa de Três Marias – distante 330 Km da barragem destruída.

Para o vice-coordenador da Frente, deputado Fabrizio Ferraz, levar o debate à população é fundamental para que seja feito um diagnóstico real do impacto que pode vir a ser gerado na vida das pessoas com a chegada dos rejeitos. “Precisamos ouvir a todos que, de alguma forma, dependem do Rio São Francisco, seja social ou economicamente, para que possamos, junto aos órgãos competentes, elaborar estratégias e buscar alternativas para impedir a chegada dessa pluma, uma vez que rio é essencial para a nossa região”, disse. O parlamentar defendeu ainda agilidade nas ações. “Já se passaram mais de 50 dias desde o desastre e agora precisamos correr contra o tempo. Todos os esforços serão necessários para impedirmos a contaminação do rio São Francisco”, finalizou Fabrizio Ferraz.

TRAGÉDIA - No dia 25 de janeiro a parede de sustentação da barragem 1 do complexo Córrego do Feijão desmoronou, despejando quase 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos minerais no leito do Rio Paraopeba, um dos afluentes do Rio São Francisco. A lama cobriu prédios administrativos da mineradora Vale, incluindo refeitório onde muitos trabalhadores almoçavam na hora do rompimento. Uma usina de beneficiamento foi atingida além de casas, uma pousada, propriedades rurais, plantações e áreas da Mata Atlântica.

Combate ao Aedes: Profissionais da VI Geres passam por treinamento para utilizar nova tecnologia

Até a próxima sexta-feira (17.05), coordenadores, digitadores e agentes de endemias dos 13 municípios que compõem a VI Gerência Regional de Saúde (VI Geres), com sede em Arcoverde, vão conhecer um sistema de informação chamado e-visit@PE. Esse sistema, que dará agilidade ao trabalho de monitoramento e consolidação de dados referentes ao combate as arboviroses em Pernambuco, foi cedido, por meio de um termo de cooperação técnica, à Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) pela Secretaria de Saúde do Mato Grosso do Sul. O uso dessa tecnologia vai permitir o envio de informações em tempo real, agilizando a observação do cenário e situação ambiental de cada município, proporcionando a criação de estratégias de intervenção dos gestores a fim de bloquear casos epidêmicos. Ao todo, serão capacitados 216 profissionais na VI Geres. A expectativa é que, até o final do ano, todos os municípios pernambucanos já estejam utilizando a tecnologia. Por ano, mais de R$ 1,8 milhão serão investidos para manutenção desse trabalho.

Técnicos da Gerência de Vigilância das Arboviroses da SES vão ministrar o curso de aperfeiçoamento do uso da tecnologia. A programação do treinamento foi dividida em duas etapas: a primeira, para coordenadores e digitadores do Programa de Endemias, começou na última segunda-feira (13.05) e segue até amanhã (15.05), na sede da Fundação Terra (Rua Alfredo de Souza Padilha, S/N, São Cristóvão), das 8h às 17h.  Já a segunda etapa, na quinta e sexta-feira (16 e 17.05), será voltada para os agentes de endemias, será realizada na Unopar (Rua Anízio Duque Pacheco, 1.000, São Miguel), no mesmo horário.

Cada agente de endemias vai ter a disposição um smartphone com o aplicativo e-visit@PE. No ambiente on-line, será inserido todo o mapeamento da cidade, como área, quarteirão, nome de rua e número dos imóveis, informações que, até o momento, são feitas de forma manual durante as visitas domiciliares dos agentes de endemias as residências. A partir da utilização da tecnologia, os agentes vão precisar apenas sinalizar quais as características foram encontradas durante a visita, se algum morador se recusou a recebê-los, os focos positivos para o mosquito Aedes aegypti, quantos foram tratados e se houve a necessidade de usar larvicida e até mesmo se já houve casos de arboviroses nos residentes daquele imóvel, entre outros dados.

“Esse novo método vai agilizar o processo de trabalho do agente e o acesso à informação consolidada. Atualmente, com o preenchimento manual, o agente de endemias precisa consolidar as informações de toda a semana e repassar o levantamento para o seu supervisor de área, que, por sua vez, encaminha os dados consolidados ao digitador para inserção no sistema de informação. Com o e-visit@PE, o agente fará isso em uma etapa apenas, pois no momento que estiver no imóvel visitado já poderá fazer a inserção dos dados e características em tempo real, proporcionando mais agilidade e ação imediata”, destacou a gerente do Programa Estadual de Controle das Arboviroses da SES, Claudenice Pontes.

Na semana passada, a VII Gerência Regional de Saúde (VI Geres), com sede em Salgueiro, recebeu 83 aparelhos contendo o aplicativo e-visit@PE. No final de abril, seis municípios do Agreste (Pesqueira, Sanharó, Alagoinha, Ibirajuba, Poção e Jurema) também foram contemplados, com 65 celulares.

CASOS – Até 04 de maio, os treze municípios da VI Geres notificaram 662 suspeitas de dengue (203 no mesmo período de 2018 / + 226,1%), 275 de chukungunya (112 em 2018 / + 145,5%) e 57 de zika (10 em 2018 / 470%). Desde o início do ano, o Estado tem monitorado a situação, dando assessoria técnica aos gestores municipais e fazendo, nas localidades com necessidade, pulverização em UBV leve e/ou pesado, que é a aplicação de inseticida para eliminar o inseto vetor. Na VI Geres, esse trabalho de pulverização foi feito em Custódia.

Em todo o Estado, foram notificados 12.495 casos de dengue (9.684 em 2018 / + 29%), 1.903 de chikungunya (1.356 em 2018 / + 40,3%) e 871 de zika (391 em 2018 / + 122,8%).