quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Comunidades quilombolas recebem ações do ProRural

O dia ontem (18) foi de festa em duas comunidades quilombolas do Agreste e Zona da Mata. No município de Vicência, os moradores de Trigueiros, na Mata Norte comemoraram a entrega de um Centro Multiuso na localidade. A ação faz parte do projeto Protagonismo das Comunidades Quilombolas desenvolvido pela Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, por meio do ProRural.

Destinado as atividades educativas, pedagógicas, sociais e culturais, a obra vai atender a 367 famílias da comunidade remanescente de quilombos. Com investimentos da ordem de R$ 100 mil, o centro foi implantado através da recuperação de um antigo casarão de engenho e além do espaço para reuniões comunitárias é dotado de uma sala com equipamentos de informática e acesso a internet. Participaram da solenidade, a superintendente do ProRural, Rita Guilherme, o prefeito de Vicência,  Paulo Tadeu, vereadores,   representantes da prefeitura e técnicos do ProRural.

 "É com muito orgulho que fazemos a entrega deste espaço, que é fruto de um projeto voltado ao fortalecimento dos grupos quilombolas. A disponibilização dos equipamentos com  acesso a comunicação digital  contribuirá para ampliação do processo de informação destas famílias", afirmou Rita Guilherme. "É a realização de um sonho, a inauguração desta casa que é de todos nós", disse orgulhosa a presidente da Associação Quilombola de Trigueiros, Edriane Cruz.

Sambaquim -  No município de Panelas, foi assinada ordem de serviço, no valor de R$ 131 mil  para construção de uma  passagem molhada  que beneficiará cerca de 130 famílias das comunidades quilombolas do  Sambaquim e Riachão do Sambaquim.  Além disso, uma sala de informática, com equipamentos eletrônicos (computadores, notebook,  impressora, câmara digital e modem) foi inaugurada na comunidade. "São projetos que atendem grandes necessidade da população. A infraestrutura hídrica e o espaço digital são conquistas que trazem melhorias na qualidade de vida das famílias", destacou Rita Guilherme.

Segundo a presidente da associação, Josilene dos Santos, o trabalho realizado pelo ProRural vem transformando a realidade do local. ""Depois que participamos do projeto voltado aos quilombolas tudo mudou e com a obra da passagem molhada, um grande benefício virá, pois no período das chuvas chegamos a ficar muitos dias com o acesso prejudicado", explica.

A programação,  que contou com palestras, atendimento médico e corte de cabelo,  teve a presença do vice prefeito de Panelas, Ruben Lima.

A boêmia toma conta do Mercado Público de Gravatá

Polo Mercado da Cultura leva atrações musicais e recital ao local. O cantor Geraldo Maia é uma das atrações Um passeio pelo mercado público, em pleno sábado, lembra o quê? A primeira imagem que pode vir à cabeça é a de muita gente circulando, agitação, frutas e verduras expostas nos tabuleiros, negociadas a plenos pulmões por comerciantes que barganham preços desses e de outros produtos, iguarias e acepipes. Mas há algo muito mais lúdico a se explorar num ambiente popular de um mercado. É o que vai acontecer neste sábado (22) e domingo (23), no Mercado Público de Gravatá: uma atmosfera boemia irá se instalar no local, com o Polo Mercado de Cultura, promovido pelo Festival Pernambuco Nação Cultural (FPNC), com recitais, shows que vão jazz às tradições populares.

A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Cultura de Pernambuco e da Prefeitura de Gravatá, que vêm ressignificar a utilização do espaço do Mercado Público, proporcionando ao público que visita os quiosques para comer e beber também a possibilidade de assistir a atrações culturais. No sábado, a programação começa às 11h. Um dos destaques é o cantor Geraldo Maia. Acostumado a shows em ambientes mais intimistas, ele quebra seus próprios paradigmas e se lança no clima proposto pela iniciativa. “Na verdade, eu sou um boêmio e adoro esse clima de mercado, dos botequinhos, das comidas deliciosas. Certa vez, de passagem por Gravatá, conheci esse mercado e fiquei maravilhado com o formato, e foi isso que me atiçou a aceitar o convite de me apresentar, o clima é bastante acolhedor”, explica Geraldo, que se lembra de ter se apresentado, no máximo, três vezes, no Mercado da Boa Vista.

Para este sábado, Geraldo prepara uma apresentação especial: em palco, apenas ele e violão, um duo raríssimo de se ver em seus shows. “Geralmente, me apresento mais com uma banda me acompanhado. Apenas eu e o violão não é tão comum. Em algumas apresentações do Sarau Plural eu faço isso, mas é pouca coisa... seis musiquinhas, não um show inteiro”, confessa. Dessa vez, aceita o desafio com satisfação e prepara um repertório apropriado para a ocasião. “Eu sou um cara eclético... então, irei apresentar tanto coisas mais autorais, músicas minhas e de amigos que já gravei, coisas mais com o meu DNA, msa também vou cantar sambas, coisas mais conhecidas, no clima do mercado mesmo”, conta.

Se depender do entusiasmo do cantor e da qualidade das atrações que passarão pelo Mercado Público de Gravatá, o local tem tudo para se consolidar, em definitivo, como novo reduto da cidade. Confira a programação do Polo Mercado da Cultura

Sábado, 22/11 11h | Recital poético: Chico Pedrosa convida Ana Barbosa e Daniel e Djair Olímpio 12h | Banda Gilson do Pífano 13h | Coisa Fina e Geraldo Maia 15h | Nelson Héffi

Domingo, 23/11 14 | Hito Pereira 15h | Wilma Patrício

Ipojuca amanhece com intensa fiscalização da SDS Municipal e BPTRAN nas ruas do município

Com o objetivo de disciplinar o tráfego nas vias e o transporte alternativo em Ipojuca, a Secretaria Municipal de Defesa Social (SMDS) e a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte do Ipojuca (AMTTRANS) em parceria com o 1º Batalhão de Trânsito da Polícia Militar de Pernambuco – BPTRAN-PE, deflagraram Operação de fiscalização no Trânsito do município. Alguns pontos foram reforçados pelos agentes nos principais acessos a Nossa Senhora do Ó, Porto de Galinhas, Camela e Ipojuca-Sede.

O alvo da fiscalização é vistoriar os condutores das motocicletas conhecidas como cinquentinha, transporte alternativo de passageiros e motoristas que cometam infração de trânsito.

Governo do Estado cede imóveis ao Porto Digital, que transformará o bairro de Santo Antônio num polo de economia criativa

O bairro de Santo Antônio, na região central do Recife, ganhará uma nova cara. Importante área da cidade, onde se localizam o Palácio do Campo das Princesas, o Palácio da Justiça e o Teatro de Santa Isabel, o bairro agora será uma das referências na área de economia criativa. O governador João Lyra Neto enviou à Assembleia Legislativa de Pernambuco projeto de lei autorizando a cessão por parte do Governo do Estado de dois imóveis para o Núcleo de Gestão do Porto Digital. Os locais poderão pelo prazo de 10 anos, ser utilizados para captação e instalação de empresas de tecnologia da informação e comunicação, além de atividades ligadas à gestão, administração e revitalização dos imóveis cedidos. O projeto de lei já foi distribuído para as comissões específicas daquela Casa Legislativa.

Os imóveis cedidos pelo Estado estão situados na Praça do Diário, sem número, e na rua Marquês do Recife, número 32. No primeiro, funcionou durante muitos anos como sede do jornal Diário de Pernambuco, e foi adquirido pelo estado há cerca de dez anos, quando o periódico mudou de endereço. Já o segundo abrigou o antigo Instituto de Administração Financeira da Previdência e Assistência Social (Iapas). Juntos, os imóveis possuem potencial construtivo de 10 mil metros quadrados.

"Essa iniciativa é um importante passo na perspectiva de requalificar a região da Guararapes e seu entorno, contribuindo com o esforço que a Prefeitura do Recife também tem feito para a revitalização de suas áreas centrais degradadas a partir de atividades economicamente sustentáveis", destacou o governador João Lyra Neto.

O antigo prédio do Diário de Pernambuco sempre foi uma área de concentrações políticas e de luta pela democracia. Na ditadura Vargas, o advogado Demócrito de Souza Filho e o carvoeiro Manoel Elias foram assassinados nas escadarias do prédio, durante um comício que teve o sociólogo Gilberto Freyre como orador principal. O imóvel foi adquirido ainda na gestão Jarbas Vasconcelos/Mendonça Filho, e sua destinação vinha sendo estudada desde então.

O diretor presidente do Porto Digital, Francisco Saboya, afirmou que a restauração dos dois imóveis e sua transformação em edifícios empresariais ajudarão a atrair novos empreendimentos, solucionando ainda uma grande lacuna do polo. "Vamos suprir um problema real que temos no Porto, que é a insuficiência de imóveis no Recife para dar conta da nossa estratégia de expansão. Estamos perdendo empregos na área de Tecnologia da Informação por conta dessa insuficiência, inclusive. Esses imóveis atenderão a uma demanda real e existente, e hoje represada. E também ajudará a dinamizar aquela área do bairro de Santo Antônio, requalificando a região do ponto de vista urbano", explicou.

Segundo Saboya, a expectativa para a restauração dos prédios é de "dois anos, no máximo", e poderá provocar mudanças na atual estrutura do Porto Digital. "Diante do potencial desses edifícios, vamos considerar a possibilidade da transferência do Porto para o imóvel onde esteve sediado o Diário de Pernambuco, por ser um grande polo, e também por todo o valor simbólico do imóvel. Será uma decisão a ser tomada pelo conselho, obviamente, no momento adequado. Mas a área locável desses dois imóveis é similar à área que temos hoje", relatou Saboya. A sede do Porto Digital fica no Bairro do Recife, no prédio onde funcionava o Bandepe.

PORTO DIGITAL - Fundado em julho de 2000, o Porto Digital foi reconhecido como o maior parque tecnológico do Brasil em faturamento e número de empresas. Hoje, são 250 empresas instaladas no porto, sendo três incubadoras (Cais do Porto, Portomídia e CESAR), duas instituições de ensino, quatro entidades empresariais, entre outros. O Porto Digital colabora para a geração de 7.100 empregos diretos, proporcionando um faturamento anual de R$ 1 bilhão.

As metas de crescimento do Porto Digital preveem a geração de cerca de 13 mil novas vagas até 2022, totalizando 20 mil empregos nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e Economia Criativa. Da mesma forma, a expectativa é dobrar o faturamento das empresas nesse cenário, contribuindo para a atração líquida de receita para o Recife de estimados R$ 1,32 bilhões por ano, já a partir de 2020.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

“Dilma tem gratidão e vai continuar ajudando Pernambuco”, garante Armando, no Agreste

Durante viagem pelo Agreste, nesta sexta-feira (14), o senador Armando Monteiro (PTB) garantiu que Pernambuco continuará recebendo uma atenção especial da presidente Dilma Rousseff, nos próximos quatro anos, ao longo da administração do governador eleito Paulo Câmara (PSB).

“A presidente Dilma vai ajudar Pernambuco, vai garantir os recursos para realizar obras importantes”, assegurou, em entrevistas em Pesqueira e Belo Jardim, por onde iniciou uma série de viagens pelo interior para agradecer pelos votos que recebeu na eleição deste ano.

Segundo Armando, o compromisso de Dilma com Pernambuco se fortaleceu ainda mais na eleição, quando recebeu um novo voto de confiança dos pernambucanos.

“A presidente Dilma não vai discriminar Pernambuco por conta de quem seja governador. Ela tem compromisso com o povo de Pernambuco, esse povo que deu a ela 70% dos votos no segundo turno. Foi um voto de agradecimento, de reconhecimento ao muito que foi feito, mas sobretudo um voto de confiança, uma renovação de confiança para que o governo federal continue ajudando Pernambuco. E nossa obrigação, como parlamentares que somos, é ajudar nesse processo”, acrescentou Armando.

OPOSIÇÃO EM PE – Questionado sobre sua atuação em Pernambuco a partir de agora, o senador Armando Monteiro reafirmou a disposição de fortalecer a oposição ao novo governo estadual, ajudando a estruturá-la para que exerça bem o seu papel. “Estaremos firmes cobrando os compromissos assumidos pelo governador eleito e fiscalizando o futuro governo”, salientou.

Nos municípios de Pesqueira, Belo Jardim, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe, para onde foi nesta sexta-feira, Armando demonstrou preocupação com os problemas vividos pela população em diversas áreas, como a da Saúde: “Ouvimos aqui na região depoimentos sobre o quadro de descalabro nos hospitais e nas UPAs. É preciso que o governo estadual resolva logo esse problemas”.

Festival sobe a serra e movimenta Gravatá

A cidade de Gravatá, no agreste pernambucano, empresta seu charme para mais uma etapa do Festival Pernambuco Nação Cultural, entre os dias 18 e 23 de novembro. Shows, espetáculos de artes cênicas, cortejos de cultura popular, entre outras ações gratuitas, como oficinas e worskhops, transformam a cidade em um grande polo cultural. O FPNC em Gravatá abarca ainda a tradicional Festa da Estação, em sua 16ª edição. O festival, uma realização do Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura e Fundarpe, em parceria com a Prefeitura de Gravatá, é um momento de celebrar a rica cultura do estado e fomentar a cadeia produtiva das mais variadas linguagens.

O Pátio de Eventos Chucre Mussa Zarzar abre espaço para o Palco Nação Cultural nos dias 21/11 e 22/11. Com o intuito de fortalecer a música local e valorizar os artistas gravataenses, dois projetos da cidade abrem as noites de shows: Gravatá Pop, com Paulo Taciano, Sandro Monteiro, Thaiza Doolira e Rodrigo Lins, na sexta-feira; e o Samba Gravatá com Carlinhos Cantor, Andrea Santos, Sérgio Buq e Thiaguinho Rodrigues, no sábado. A programação no Palco Nação Cultural segue com Silvério Pessoa e o show do seu mais recente trabalho ‘No Grau’, os sucessos da paraense Fafá de Belém, a forrozeira Cristina Amaral, e ainda Gustavo Travassos, Pernambuco Samba Show e Jarbas Travassos.

VARIEDADE DE LINGUAGENS ARTÍSTICAS

Além de shows, o FPNC espalha a arte por toda a cidade através das mais variadas linguagens, com uma programação para diferentes gostos e para todas as idades. O tradicional Mercado Público de Gravatá, mais uma vez, se transforma em polo do festival e recebe recital poético, cultura popular e shows, no sábado e no domingo. Entre as atrações do Mercado estão Geraldo Maia e o poeta Chico Pedrosa.

Já a Praça do Coreto é endereço para o circo, com espetáculos para toda a família. As artes cênicas também estarão presentes no Polo Parque que recebe grupos de dança gravataenses e um concerto especial em comemoração aos 121 anos da Banda 15 de novembro. Prezando sempre a característica de promover o intercâmbio entre os grupos culturais do Estado e fomentar a cena local, o festival promove os cortejos de Bois e de Blocos Líricos, momento em que os brincantes desfilam toda a sua tradição pelas ruas da cidade, com apoteose na Praça 10.

Tem ainda a ação literária Livros Livres que irá espalhar pela cidade livros doados pelo Funcultura e pela CEPE. Os exemplares estarão devidamente identificados e quem os encontrar pode levar consigo, ler, e depois deixa-los em outro ponto da cidade, para que mais pessoas possam fazer o mesmo e assim por diante. A ideia é transformar a cidade em uma biblioteca ao ar livre.

FORMAÇÃO CULTURAL

As oficinas e workshops que acontecem no FPNC buscam estimular novos agentes da cultura e renovar o conhecimento dos artistas locais. A programação de Formação Cultural contempla várias linguagens artísticas, tais como música, design e moda e artes cênicas. Os interessados já podem se inscrever gratuitamente em cada local onde acontecerá a ação.

Quipapá recebe ponte até o final do mês

Distante  188 km do Recife. a cidade de Quipapá, localizada na Zona da Mata Sul de Pernambuco, foi atingida pelas enchentes de 2010 junto com tantas outras cidades da Mata Sul e do Agreste. Nos últimos quatro anos, a paisagem da região ganhou novos contornos com a reconstrução de estradas, pontes, praças, ruas e prédios públicos que haviam sido destruídos pela força das  águas. O chefe da Casa Militar (Camil), Cel Mário Cavalcanti esteve nesta sexta-feira (14/11) em Quipapá, junto com o coordenador de Engenharia e Arquitetura da Camil, Maj Fábio Rosendo, vistoriando a conclusão da ponte Vila Cruzeiro que será entregue ao município até o final de novembro.

A obra integra um conjunto de intervenções que a cidade de Quipapá recebeu após as enchentes de 2010 e 2011 com o objetivo de recuperar a normalidade.  “A construção dessa ponte é fruto de um trabalho persistente para normalizar a rotina das cidades atingidas pelas enxurradas. Graças à severa fiscalização na medição e fiscalização de outras obras, tivemos recursos para a construção dessa ponte”, declarou o chefe da Casa Militar. A ponte Vila Cruzeiro regularizará o acesso de cerca de 7.500 pessoas dessas comunidades à sede do município e o escoamento da produção agrícola, especialmente de banana, realizada nessas localidades

Segundo o coordenador técnico de Engenharia e Arquitetura (CTEA) da Casa Militar, major Fábio Rosendo, “A nova ponte obedece a um padrão de segurança e qualidade que não correrá o risco de ser arrastada pelas águas caso ocorram novos desastres.” Construída em concreto armado, com 30 Km de extensão. O investimento é de R$ R$ 1.179.156,95..

A Casa Militar é responsável pela construção de várias pontes e estradas nos municípios atingidos pelas enchentes de 2010 e 2011.  Vale salientar que obras de arte dessa natureza demandam um tempo maior porque requerem estudos preliminares (sondagem, estudo geológico e outros), projetos básico e executivo, além dos tramites legais dos processos de licitação até a execução da obra, a fim de garantir a segurança das mesmas.

Banco do Nordeste inaugura três agências no Agreste de Pernambuco

Três municípios do Agreste pernambucano passarão a contar com agências do Banco do Nordeste na próxima semana: São Bento do Una, Bom Conselho e Belo Jardim. Os eventos de inauguração serão realizados de terça-feira a quinta-feira, com a presença do superintendente estadual do BNB em Pernambuco, João Nilton Castro Martins, além de autoridades municipais e atrações locais.

A série de eventos inicia na cidade de São Bento do Una, com o evento de inauguração da agência às 10h desta terça-feira (18). Especializada em Micro e Pequenas Empresas (MPEs) e Micro e Pequenos Produtores Rurais (MPPRs), a unidade fica na avenida Vereador Valdemar Cordeiro de Moraes, 48, no Centro, está sob a gerência de Allyany Hipólito. A cidade é considerada o berço da pecuária leiteira e da avicultura na região.

No dia seguinte, é a vez da agência de Bom Conselho, que também atenderá aos municípios de Santa Terezinha e Iati e é gerenciada por Claudiana Maria dos Santos. A cidade é uma das 10 maiores produtoras de leite do Estado, além de possuir indústrias de derivados. O evento de inauguração está marcado para esta quarta-feira (19), às 16h, na Rua Sete de Setembro, 126, no Centro. Haverá homenagem ao comerciante, fazendeiro do leite e ex-prefeito do município, Walmir Soares da Silva, falecido em 2012.

Por fim, a agência de Belo Jardim será inaugurada às 16h desta quinta-feira (20), na rua Cleto Campelo, 340, no Centro. O município se destaca no desenvolvimento de produtos alimentícios e avicultura, além de possuir a indústria Acumuladores Moura, uma das maiores fornecedoras de baterias automotivas da América do Sul. Sob a gerência de Thiago Teotonio, a agência atenderá também aos clientes de Tacaimbó, beneficiando uma população de 88 mil habitantes.

Iniciado em 2012, o projeto de expansão do BNB instalou nove unidades em Pernambuco neste ano, totalizando 37 agências em funcionamento. Na sequência, serão lançadas as agências de Limoeiro (25/11) e do Cabo de Santo Agostinho (04/12). Ainda está prevista a abertura de outras cinco, nos municípios de Moreno, Paudalho, Abreu e Lima, Ipojuca e Caruaru.