sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Outubro Rosa: Delegadas da Adeppe no combate ao câncer de mama

Em defesa das mulheres de Pernambuco e contra o câncer de mama, a Adeppe (Associação dos Delegados de Pernambuco) realiza nesta sexta-feira (20) um ato simbólico em referência a campanha que busca alertar para este problema. Com o tema “Delegadas no Outubro Rosa – Combate ao Câncer de Mama é Tarefa de Todos Nós”, a ação vai ter início no Bar Catamaran, no Cais das Cinco Pontas, no Recife, com início às 16h.

A delegada Verônica Azevedo, que teve câncer de mama em 2012, está à frente desta ação, junto com a Adeppe. Verônica é idealizadora do projeto Guerreiras do Calendário, que nasceu com a proposta de alertar as mulheres sobre esta doença, bem como enfatizar que o câncer de mama tem cura, mas que precisa ser diagnosticado com antecedência.

“Muito significativa esta ação da Associação dos Delegados, em parceria com as Guerreiras do Calendário, que se preocupa diariamente com a segurança da sociedade, também se preocupar com a saúde das pernambucanas. O propósito maior é fazer o alerta para população, buscando a diminuição deste problema. A prevenção ou o diagnóstico realizado com antecedência faz toda diferença. São atitudes assim que alertam e salvam muitas vidas”, apontou Verônica.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Governador inaugura campus da UPE em Arcoverde amanhã (20/10)

 Confirmado. Visando reforçar a educação do Sertão do Moxotó, o governador Paulo Câmara, juntamente com o reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Prof. Pedro Falcão, inauguram, amanhã (20/10), o campus da instituição em Arcoverde.

A sede definitiva da UPE, que vai atender aos cursos de odontologia e direito beneficiando cerca de 300 alunos, foi construída em terreno doado pela prefeitura do município e financiado pelo MEC, com contrapartida do Governo do Estado, através de convênio no valor total de R$ 6.195.413,82.

No novo prédio, os estudantes contarão com espaços modernos, equipados e maior conforto para as atividades. A previsão é de que a clínica de odontologia amplie o número de atendimentos para mais de 60 por dia, incluindo odontopediatria. A partir do próximo ano serão realizadas cirurgias odontológicas de baixa complexidade na unidade.

A edificação, que tem 5.507,60m² de área construída, é composta de 20 salas de aula, laboratórios de informática e odontologia, 12 consultórios odontológicos, sala de radiologia, sala de vídeo conferência e biblioteca. Além de salas destinadas às atividades administrativas, central de gás, lavanderia e espaço reservado para esterilização de materiais.

A consolidação do processo de interiorização da UPE tem possibilitado o acesso à educação superior para estudantes de várias regiões de Pernambuco, assim como de outros estados, tais como: Bahia, Sergipe, Maceió, Piauí e Ceará.

O campus da UPE em Arcoverde fica na Rua Cícero Monteiro, s/n – São Cristóvão.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

MEC lança Política Nacional de Formação de Professores com Residência Pedagógica

O MEC lançou a Política Nacional de Formação de Professores nesta quarta-feira, 18. Inédita no país, a política abrange desde a criação de uma Base Nacional Docente até a ampliação da qualidade e do acesso à formação inicial e continuada de professores da educação básica. Só no Programa de Residência Pedagógica, o MEC vai ofertar 80 mil vagas a partir do próximo ano e serão investidos cerca de R$ 2 bilhões.

“A boa formação de professores é fundamental e tem um impacto direto dentro da sala de aula, principalmente, na questão da qualidade do ensino e do aprendizado das crianças e jovens nas escolas de educação básica do Brasil”, destaca o ministro da Educação, Mendonça Filho. “Um dos compromissos do MEC é valorizar o papel do professor e, ao mesmo tempo, iniciar essa valorização a partir da formação, com qualidade e reconhecimento. A residência pedagógica é um caminho que vai facilitar a amplitude do conhecimento prático profissional e a melhora da qualidade do ponto de vista de lecionar dentro da sala de aula”, completou.

A Residência Pedagógica faz parte da modernização do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e traz novidades, como a formação do estudante do curso de graduação, que terá estágio supervisionado, com ingresso a partir do terceiro ano da licenciatura, ao longo do curso, na escola de educação básica. O objetivo principal é a melhoria da qualidade da formação inicial e uma melhor avaliação dos futuros professores, que contarão com acompanhamento periódico. O programa tem como requisito a parceria com instituições formadoras e convênios com redes públicas de ensino.

O ministro Mendonça Filho destacou que a nova política está em sintonia com o Novo Ensino Médio e a Base Nacional Comum Curricular (Foto: Walterson Rosa/MEC)

Integração – A secretária-executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro, fez uma apresentação da nova política de formação e destacou a importância da qualidade do professor na melhoria do aprendizado. “Precisávamos de uma política nacional de formação de professores que fosse capaz de olhar não só para frente, mas também de melhorar os programas em andamento, buscando formas de integrá-lo, tendo em vista as mudanças na política educacional desde o início da atual gestão do ministro Mendonça Filho”, analisou, concluindo: “Pesquisas indicam que a qualidade do professor é o fator que mais influencia a melhoria do aprendizado. Isso significa que, independente das diferenças de renda, de classes sociais e das desigualdades existentes, a qualidade do professor é o que mais pode nos ajudar a melhorar a qualidade da educação”.

Índices como o do último Censo da Educação, divulgado em 2016, demonstram que, dos 2.196.397 professores da educação básica do país, mais de 480 mil só possuem ensino médio e mais de 6 mil, apenas o ensino fundamental. Cerca de 95 mil têm formação superior, sem cursos de licenciatura. Apenas 1.606.889 possuem formação em licenciatura, porém, muitos desses não atuam em sua respectiva área de formação.

Os princípios da Política Nacional de Formação de Professores consistem na maior colaboração entre União, redes de ensino e instituições formadoras; maior articulação entre teoria e prática em cursos de formação de professores e domínio sistêmico da BNCC, além de uma visão sistêmica e articulação entre instituições formadoras e escolas de educação básica. As mudanças partiram de um diagnóstico preocupante: desempenho insuficiente dos estudantes, baixa qualidade da formação inicial dos professores no país, um histórico de currículos extensos com ausência de atividades práticas e estágios curriculares sem planejamento e sem vinculação com as escolas. 

Melhorias – Para a vice-presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Maria Cecília Amendola, este é o primeiro passo para uma grande mudança na educação brasileira. “É um sonho de consumo dos gestores que tocam as redes de ensino”, declarou. “O professor sai da universidade e, quando entra na sala de aula, não sabe o que fazer. Tenho certeza que essa política vai, daqui a um tempo, refletir muito nos resultados dos estudantes das proficiências de português, de matemática e de todas as áreas do conhecimento. ”

Marcelo Costa, presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) da regional do Centro-Oeste, destaca o diálogo que essas instituições têm tido com o MEC. “Hoje conseguimos perceber a concretização desse diálogo, principalmente, no que diz respeito a residência pedagógica, que vai estreitar o diálogo entre as universidades e as redes de ensino municipais e estaduais”, explica. “A formação de professores – primeira e segunda licenciatura –  e a formação de gestores vai qualificar os profissionais que atuam na educação básica do país. Isso é muito importante. ”

A Política Nacional de Formação de Professores também inclui a criação da Base Nacional de Formação Docente. Essa base, que vai nortear o currículo de formação de professores no país, terá em sua proposta a colaboração de estados, municípios, instituições formadoras e do Conselho Nacional de Educação (CNE). Além disso, o MEC abrirá uma consulta pública para ouvir opiniões de especialistas e educadores de todo o Brasil no início de 2018.

Flexibilização do ProUni – A Política Nacional de Formação de Professores vai flexibilizar as regras para bolsistas do Programa Universidade para Todos (ProUni) para o preenchimento de vagas ociosas. A partir do próximo ano, os professores que desejam fazer uma segunda formação em cursos de licenciatura poderão entrar no programa sem a comprovação de renda. O mesmo vai acontecer para o público geral interessado. Essa política de incentivo partiu do diagnóstico segundo o qual, das 56 mil bolsas para cursos de licenciatura, 20 mil estão ociosas. Para concorrer a uma dessas vagas, os interessados deverão participar de uma segunda chamada após a seleção regular.

Formação continuada – A partir de 2018, o MEC também vai reservar 75% das vagas da Universidade Aberta do Brasil (UAB) para a formação de professores que cursem seu primeiro ou segundo curso de licenciatura. A estratégia faz parte da política de continuidade da retomada da UAB, que não ofertava vagas desde o ano de 2014 e que, só em 2017/2018, oferece 250 mil vagas. O objetivo é investir, ainda, na ampliação de cursos de mestrado profissionalizante, abrangendo todas as áreas e componentes curriculares da BNCC. Serão oferecidos mestrados profissionais para professores de educação básica, cursos de especialização e o aumento da cooperação internacional nessa formação.

>>Confira a apresentação Política Nacional de Formação de Professores

 Foto: Walterson Rosa/MEC

Danilo Cabral é novo titular da CCJ e assegura voto contra Temer

O deputado Danilo Cabral (PSB-PE) assumiu a titularidade na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (18). Suplente do colegiado, ele foi designado titular pelo novo líder do PSB na Casa, deputado Júlio Delgado, de Minas Gerais, que substituiu a deputada Tereza Cristina (MS), após maioria da bancada socialista decidir pela mudança. Além de Danilo, Hugo Leal (RJ) foi indicado para compor a CCJ.

Com as mudanças, os quatro votos do PSB na comissão devem ser unânimes pela admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer por obstrução da Justiça e organização criminosa, de acordo com a orientação do partido. A CCJ deve votar ainda hoje o parecer do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que recomenda a rejeição da denúncia contra Temer e os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil).

Ontem (16), durante seu pronunciamento na CCJ, Danilo Cabral apresentou um voto em separado a favor do prosseguimento do processo aberto pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente Temer. Esse voto equivale a um novo parecer, que pode vir a ser analisado pelos membros da comissão caso haja rejeição do texto do relator. “A acusação aponta que as investigações da Polícia Federal identificaram várias evidências de crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e obstrução à justiça envolvendo o presidente Temer e seu núcleo político mais próximo. A denúncia é gravíssima e é preciso garantir que os fatos sejam apurados”, destacou Danilo.

A Comissão de Constituição e Justiça está reunida neste momento. Em instantes, serão chamados dois parlamentares para encaminhar o voto a favor do relatório e dois, contra. Em seguida, cada partido orientará suas bancadas e a votação será aberta.
 
Foto: Chico Ferreira

Conferência Estadual da Advocacia em Caruaru será a maior já realizada pela OAB Pernambuco

Caruaru será a capital da advocacia pernambucana de 19 a 21 de outubro. É que a maior cidade do Agreste receberá nessa data o principal evento da categoria, a Conferência Estadual da Advocacia, organizado pela OAB Pernambuco para troca de experiências, discussões e atualizações sobre as mais recentes novidades do cenário jurídico. O evento deverá reunir mais de 600 pessoas e contará com grandes nomes entre seus conferencistas, palestrantes, debatedores e mediadores, como o presidente do Conselho Federal da OAB (CFOAB), Claudio Lamachia, o jurista e professor Luiz Flávio Gomes, o docente e consultor Heleno Tavares Torres, o juiz federal José Antonio Savaris e a jurista e ex-ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luciana Lóssio.

Realizado a cada três anos, o encontro tem como tema Advocacia, democracia e direito: novos tempos e novos desafios! Em cima dele foram definidos assuntos de interesse voltados para o aperfeiçoamento do exercício profissional e de relevância e com desdobramentos para a classe e a sociedade civil como um todo. Operação Lava Jato, feminicídio, reformas política, eleitoral, previdenciária e trabalhista, recuperação judicial de empresas em crise, danos morais e retrocessos no direito do consumidor são alguns dos tópicos que aquecerão os debates.

“A Conferência Estadual da Advocacia será a maior da categoria em Pernambuco e acontecerá em Caruaru, com a presença do presidente do Conselho Federal da OAB, Claudio Lamacchia, e de palestrantes de renome no país, congregando advogados e advogados de todo o Estado. Estaremos juntos para discutir o futuro da nossa profissão. Há muitos temas polêmicos a debater”, destaca Ronnie Preuss Duarte, presidente da OAB-PE.

Durante o evento ainda haverá uma homenagem ao jurista, sociólogo, professor, filósofo e autor de obras jurídicas Luiz Pinto Ferreira, em mesa exclusiva para debater o Estado Democrático de Direito. A atividade terá como presidente a desembargadora emérita do TRF5 e professora Margarida Cantarelli. Outra deferência será prestada à conselheira seccional Nair Andrade dos Santos, 92 anos, primeira mulher a exercer o cargo de diretora da Ordem no estado. Ela receberá a Medalha José Cavalcanti Neves, concedida uma vez a cada triênio pela OAB-PE a advogados e advogadas militantes que se distingam pelos relevantes serviços prestados à classe ou à causa da Justiça e do Direito.

“Tivemos a preocupação de colocar na programação tanto assuntos em evidência na atualidade, como defesa das prerrogativas, feminicídio e Operação Lava Jato, como antecipar e resgatar discussões, a exemplo dos novos códigos Comercial, de Processo Civil e de Ética e Disciplina, bem como as consequências da reforma trabalhista”, ressalta Fernando Ribeiro Lins, secretário geral da OAB-PE e coordenador do evento. “Pela primeira vez, uma cidade além da Região Metropolitana do Recife receberá um evento dessa importância. Queremos contar com a participação de toda a advocacia, principalmente da que milita no interior do estado, para comparecer e fazer história”, completa o presidente da Subseção da OAB em Caruaru, Felipe Sampaio.

“Resgate a infância” capacita 500 profissionais da rede de proteção à criança em Pernambuco

Chegou ao fim na manhã desta quarta-feira (18) o segundo ciclo de capacitação do projeto “Resgate a infância”, do Ministério Público do Trabalho (MPT), em Pernambuco. Durante três dias, 500 profissionais, entre professores, conselheiros tutelares, assistentes sociais de municípios pernambucanos, de todas as regiões, participaram de atividades de conscientização sobre o problema do trabalho infantil. O objetivo do MPT com os encontros foi reforçar a rede de proteção estadual, possibilitando maior diálogo do órgão com os agentes de cada uma das cidades.

A primeira atividade ocorreu na segunda (16), no Recife, no Centro de Formação de Professores Paulo Freire. Cerca de 350 profissionais da rede pública de educação, do estado e de diversos muicípios do Grande Recife, Zonas da Mata Norte e Sul, e Agreste estiveram presentes. Representantes dos municípios de Aliança, Água Preta, Amaraji, Araçoiaba, Carpina, Chã Grande, Condado, Goiana, Gravatá, Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Joaquim Nabuco, Lagoa de Itaenga, Macaparana, Nazaré da Mata, Olinda, Palmares, Paudalho, Paulista, Primavera, Recife, São José da Coroa Grande, Tamandaré, Várzea do Una e Vitória de Santo Antão estiveram presentes.

Os segundo e terceiro momentos foram realizados em Serra Talhada. Na tarde da terça (17), o encontro foi com a rede de ensino, representada por cinco municípios (Arcoverde, Carnaíba, Santa Terezinha, Sertânia e Tuparetama), beneficiando diretamente 4.891 estudantes, que poderão ter acesso a informações sobre o trabalho infantil por meio da metodologia de trabalho MPT na Escola. Já na manhã da quarta (18), com os conselheiros tutelares e os agentes da assistência social de 16 municípios. No interior, os dois encontros reuniram, em média, 150 pessoas.

Os eventos do “Resgate a infância” foram promovidos pela Coordinfância local, cujos responsáveis são Jailda Pinto e Ulisses Carvalho, ambos procuradores do Trabalho. O procurador Antônio Oliveira Lima, idealizador e coordenador da Rede Peteca, com grande contribuição na luta contra o trabalho infantil, também esteve presente e conduziu todas as oficinas.

O procurador Antônio Oliveira Lima explanou sobre estrategias de combate ao trabalho infantil. Também participaram do evento os procuradores do Trabalgo Ulisses Carvalho e Jailda Pinto.
 
O procurador Antônio Oliveira Lima explanou sobre estratégias de combate ao trabalho infantil. Também participaram do evento os procuradores do Trabalho Ulisses Carvalho e Jailda Pinto.

Em todos os encontros, os procuradores falaram sobre os mitos relacionados ao trabalho infantil e sobre a importância de ações articuladas envolvendo o ambiente escolar. Também trataram de esclarecer sobre como funciona a atuação do MPT para os casos de trabalho infantil.

Resgate a Infância
 
O Projeto Estratégico "Resgate a Infância" é uma realização nacional do MPT, possuindo três eixos: políticas públicas, educação e profissionalização. O objetivo geral é prevenir e combater o trabalho infantil, conscientizar a sociedade, fomentar políticas públicas, promover a formação profissional e proteger o trabalhador adolescente. No eixo educação, o MPT na Escola é a principal iniciativa.


MPT na Escola
 
A iniciativa é um projeto nacional e tem conseguido atingir seus principais objetivos, como conscientizar a sociedade por meio da comunidade escolar, romper barreiras culturais, mitos e fortalecer o Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente. Só em 2015, MPT na escola teve adesão de 392 municípios em todo o país, atingindo 3.607 escolas 34.153 professores e 649.418 alunos.

No programa, educadores ganham formação sobre o Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente, trabalho adolescente protegido, com a Lei do Aprendiz, e combate e prevenção do trabalho infantil. Os educadores também recebem orientações sobre como abordar o tema em sala de aula e são convidados a criarem planos de ação para suas escolas, na intenção de construir projetos, sempre acompanhados pelo MPT.

Prova Brasil será aplicada de 23 a 27 de outubro em Arcoverde

A Prova Brasil do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017 será aplicada nas Escolas Municipais de Arcoverde entre os dias 23 e 27 de outubro. Esta prova avalia os conhecimentos dos alunos em matemática e língua portuguesa. O resultado do desempenho é um dos elementos que compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), calculado por escola.

A Prova Brasil é um dos elementos que compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O cálculo do Ideb é feito usando os resultados da prova e informações sobre a aprovação ou repetência dos estudantes. Essa prova faz parte da Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb), uma das três avaliações que integram o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

A aplicação das provas em Arcoverde começa nesta segunda-feira, 23, nas Escolas Municipais Euclides da Cunha e Rotary. Na terça-feira, dia 24, na Escola Severina de Souza Bradley, Manoel Lumba e Olga Gueiros. No dia 25, será a vez do Centro Integral Jonas Freitas, Escola Alfabeto, Barão do Rio Branco e Adalgisa Barros. Na quinta-feira, 26, no Centro Integral Ivany Bradley, Escola Leonardo Pacheco Albuquerque e na Freire Filho e na sexta-feira, 27, na Escola Municipal Gumercindo Cavalcante.

Arte: Divulgação

Secretaria de Agricultura e Banco do Brasil devem ampliar parcerias para o desenvolvimento rural

O secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, Wellington Batista, recebeu nesta terça-feira (17) o superintendente estadual do Banco do Brasil, Nassib Lomes da Silva e o gerente de mercado, José Wellington Rodrigues. O encontro serviu para os gestores estreitarem a relação entre a pasta e a instituição bancária, que possui importante atuação na área agrícola de Pernambuco. O resultado da reunião foi o compromisso em montar um grupo de trabalho em conjunto para iniciar a elaboração de um planejamento estratégico para a área.

"Foi uma reunião muito importante para nós firmarmos parceria entre o Banco do Brasil e a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária. O Banco do Brasil tem uma importância enorme para o agronegócio e para a agricultura familiar, e estamos motivados garantir parcerias como esta. Pretendemos realizar um compartilhamento de dados entre os técnicos da secretaria e do banco", destacou Wellington Batista. "O primeiro passo é a criação de um grupo de trabalho das duas instituições", acrescentou.
 
 A Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária tem se esforçado para firmar parcerias com entidade importantes da economia nacional. "O governador Paulo Câmara tem nos orientado a procurar esse tipo de parceria, que seja interessante para o estado. É otimizar a força e as ações, fazendo mais com menos", concluiu Batista. O Banco do Brasil deverá realizar ainda parcerias com o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).


FOTOS: Josué da Mata

V Prêmio Pernambuco de Literatura coroa trabalhos de todas as macrorregiões do Estado

A determinação de fomentar a produção literária em todas as macrorregiões de Pernambuco e a democratização do acesso ao livro e à leitura contribuíram para a entrega, nesta terça-feira (17.10), de mais uma importante honraria a artistas pernambucanos. O governador Paulo Câmara comandou, no Palácio do Campo das Princesas, cerimônia de anúncio dos nomes dos cinco escritores  vencedores do V Prêmio Pernambuco de Literatura. Na ocasião, Paulo aproveitou para decretar uma mudança no nome do prêmio, que, a partir de hoje, passa a se chamar Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura, em homenagem ao centenário de nascimento do escritor.

A nova denominação veio junto com outras novidades que serão implementadas na próxima edição, como o aumento nos valores pecuniários e ampliação do quadro de contemplados. “O Prêmio Hermilo Borba Filho é, sem dúvida, um importante pilar na estruturação da política que vem sendo desenvolvida para um setor tão fundamental como a cultura. O nosso governo continuará fazendo tudo o que for possível no sentido de valorizar e apoiar as boas iniciativas comprometidas com a literatura e com todos e todas que, de alguma forma, ajudam a construir esse rico cenário”, afirmou o governador.
                                   
Sobre a modificação no nome do prêmio, Paulo afirmou que considera uma homenagem mais do que justa à memória do intelectual pernambucano. “Além disso, a honraria representa um verdadeiro incentivo para que as novas gerações conheçam o seu trabalho e sua inestimável contribuição para a cultura de Pernambuco e do Brasil. Sinto-me confiante ao vislumbrar que esse gesto poderá contribuir, em larga medida, para a transmissão e o cultivo do saber cultural entre gerações”, completou.

Foram cinco os escritores pernambucanos agraciados com o prêmio: Ezter Liu, que representa o Agreste, recebeu o Grande Prêmio, com o livro de contos “Das Tripas Coração” - levando a premiação de R$ 15 mil; Walter Cavalcanti Costa, da Mata Norte, venceu com o romance O Velocista; Fred Cajú, do Recife, foi contemplado pelo livro de poemas Nada Consta; Enoo Miranda, de Nazaré da Mata, levou o prêmio pelo livro de poemas Fogo, fato; e Amâncio Siqueira, de Garanhuns, venceu com o romance Absinto. Estes últimos receberão a premiação no valor de R$ 5 mil. Os autores terão suas obras inéditas editadas pela Cepe.

O secretário de Cultura, Marcelino Granja, ressaltou a atitude do governador Paulo Câmara de, em um momento de crise como a que o País passa, aumentar as verbas para incentivar a cultura como  um ato de coragem política. “Esse gesto é de quem tem o tino para criar instrumentos de mais acesso e democratização da cultura. Além disso, por meio do decreto assinado, o governador deixa marcado o crescimento da política cultural de Pernambuco”, destacou.

Sobre a futura VI edição do prêmio, a ser realizada em 2018, o gestor da pasta explicou que a premiação passará de R$ 40 mil para R$ 90 mil. “Agora, iremos premiar os primeiros e segundos lugares. Um robustecimento dessa honraria, que, agora, terá no nome a grandeza de Hermilo, uma referência como escritor que marca as artes e a cultura pernambucana”, acrescentou. Serão concedidas premiações de R$ 20 mil para o grande vencedor, cinco prêmios de R$ 10 mil para os primeiros colocados nas quatro macrorregiões do estado e quatro prêmios de R$ 5 mil para os segundos colocados nas quatro Macrorregiões do Estado, conforme estipulado no Edital da seleção pública.

Gestor do Centro Apolo-Hermilo, Carlos Carvalho registrou que o gesto do governador Paulo Câmara de denominar o prêmio Hermilo Borba Filho, no ano do centenário de seu nascimento, marca a história de Pernambuco. “Não basta ser humano ou nascer humano. Temos que nos tornar humanos e, para nos tornarmos humanos, uma das armas da civilização é a arte. E quando o governador constitui o prêmio Hermilo Borba  Filho, ele faz esse gesto para a história. A cultura de Pernambuco agradece”, afirmou Carlos.

Também prestigiaram o evento os secretários Nilton Mota (Casa Civil); Antonio Carlos Figueira (Assessoria Especial); Márcio Stefanni (Planejamento e Gestão); João Campos (chefe de Gabinete); Roberto Franca (Desenvolvimento Social, Criança e Juventude); Ruy Bezerra (Controladoria Geral); o vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira (representando o prefeito Geraldo Julio); a presidente da Fundarpe, Márcia Souto; o presidente em exercício da Cepe, Ricardo Melo; a presidente da Academia Pernambucana de Letras, Margarida Cantarelli; o reitor da Universidade de Pernambuco, professor Pedro Falcão; e os deputados estaduais Eduíno Brito e João Eudes.

Fotos: Roberto Pereira/SEI

Luciana assume mobilização para conclusão da Adutora do Agreste

A deputada Luciana Santos (PCdoB/PE), se reuniu na tarde desta terça-feira (17), com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. Na pauta a liberação de emenda de autoria da parlamentar para minimizar os efeitos da seca e de verbas para conclusão da Adutora do Agreste.

Luciana e Helder Barbalho conversaram, ainda, sobre as medidas necessárias para conclusão da obra. Diante disso a deputada Luciana se comprometeu em mobilizar a bancada de Pernambuco e conversar com os partidos para garantir a aprovação do PLN 28/2017, que irá garantir a suplementação de crédito para finalizar a obra da adutora.

Luciana reforçou com o ministro a importância desses poços para as comunidades e solicitou liberação dos recursos para que os poços sejam perfurados. O ministro, após ouvir a deputada, se comprometeu em atender ao pedido e disse que vai liberar, de imediato, R$ 1. 800.000, que devem ser investidos na perfuração de poços em sítios e distritos das cidades de Custódia, Tracunhaém, Ibimirim, Araripina, Iati, Sanharó e Sertânia. As perfurações serão feitas pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

Saiba quais são as localidades atendidas pela emenda de Luciana:

Esta não é a primeira emenda de Luciana destinada a perfuração de poços. Nesta proposta estão previstas obras na cidade de Custódia, no Sítio de Barra de São João, Mata Verde de Baixo, Barro Branco, Fazendinha e Araras; em Tracunhaém:  Ismael Felipe, Chico Mendes, Nova Canaã, Penedo Velho, Caraú e Belo Horizonte; em Ibimirim: Sítio de Salgadona; Araripina: Sítio Recanto do Pontal, Vila DNOCS e Sítio Flamingo; Iati: Sítio do Trapiá e Campo do Uruçu; alé de Sanharó e Sertânia.


Foto: Reunião no gabinete do ministro Helder Barbalho. Crédito Assessoria Ministério da Integração

Lucas Ramos defende fortalecimento da Chesf em audiência pública na Bahia

A Assembleia Legislativa da Bahia promoveu nesta terça-feira (17) uma audiência pública para discutir a proposta de privatização do sistema energético nacional, debatendo em particular os efeitos de uma possível venda da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco. O deputado estadual Lucas Ramos (PSB), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Chesf na Assembleia Legislativa de Pernambuco, participou do debate e recebeu o apoio dos parlamentares baianos que se posicionaram contrários à condução do processo por parte do Governo Federal.

Durante seu pronunciamento, Lucas ressaltou que a venda da Chesf coloca em risco o controle das águas do Rio São Francisco. “Temos deixado bem claro que privatizar a Companhia nada mais é do que mascarar a venda do Velho Chico, tão importante para a agricultura irrigada e familiar, para a pesca artesanal, para o abastecimento humano e higiene pessoal, dentre tantas outras finalidades”, afirmou. O parlamentar lembrou que na época de safra da fruticultura irrigada, os municípios de Petrolina e Juazeiro (BA) se transformam no maior polo empregador do Brasil. “Essas vagas só são geradas graças aos usos múltiplos das águas do São Francisco, que garantem a irrigação necessária para a produção e contribuem decisivamente para o nosso desenvolvimento econômico”, salientou Lucas.

A questão do setor elétrico relacionado à segurança nacional também foi colocada em pauta pelo deputado. “Em países desenvolvidos, como nos Estados Unidos, as hidrelétricas são geridas pelo Estado e defendidas pelas forças armadas, tamanha a importância que o setor tem para o crescimento de qualquer Nação. Não podemos abrir mão deste patrimônio construído ao longo de décadas com a força dos brasileiros”, destacou. “Para se desfazer da Chesf, o governo federal usa o argumento do déficit na estatal quando, na verdade, deficitária é a capacidade do governo Temer em gerir a máquina pública e oferecer melhor qualidade de vida para os brasileiros”, resumiu o socialista.

Os parlamentares baianos reforçaram o coro pelo fortalecimento da Chesf e preservação do Rio São Francisco. “Pernambuco e Bahia estão unidos nesta luta”, declarou o deputado Rosemberg Pinto (PT). “Conseguimos evitar as tentativas de privatização da Companhia em outras oportunidades e desta vez não será diferente”, lembrou Paulo Rangel (PT), um dos solicitantes da audiência em conjunto com os deputados Zó (PC do B) e Maria del Carmen (PT).

Também participaram do debate os deputados federais Nelson Pelegrino (PT), Luiz Caetano (PT) e Robinson Almeida (PT); os estaduais Eduardo Salles (PP), Joseildo Ramos (PT), Bira Coroa (PT), Luciano Simões Filho (PMDB), Roberto Carlos (PDT), Zé Neto (PT), Fátima Nunes (PT) e Zé Raimundo (PT), além de representantes de sindicatos ligados à categoria dos eletricitários.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Paulo Câmara lança edital de licitação para construção da Adutora de Serro Azul

Com o objetivo de garantir uma importante melhora no abastecimento hídrico do Agreste, o governador Paulo Câmara lançou, nesta terça-feira (17.10), o edital de licitação para a construção da Adutora de Serro Azul,  que levará água da barragem Governador Eduardo Campos/Serro Azul, em Palmares, na Mata Sul, a 1,5 milhões de pessoas em Caruaru e outras nove cidades da região. A intervenção contará com um investimento total de R$ 213 milhões, com recursos provenientes do Governo do Estado e da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), captados através de financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O empreendimento terá uma vazão de 500 litros de água por segundo, permitindo uma reversão da situação de uma área que, historicamente, apresenta  a pior disponibilidade hídrica do Brasil.

"Nós estamos aproveitando a barragem de Serro Azul, que já teve a sua serventia na contenção de catástrofes agora no mês de julho com essas grandes chuvas. A barragem está cheia e pode ser utilizada para o abastecimento humano. Então, estamos dando lançando o edital hoje para a construção de uma adutora com 58km, que vai levar água até dez municípios do Agreste pernambucano. Uma obra de mais de R$ 200 milhões, e que vai levar uma condição hídrica que se juntará à estrutura que existe na Adutora do Agreste e em outras estruturas do Estado, para que nós tenhamos condições de, a cada movimento como esse, superar o grande déficit que nós temos em relação à quantidade de água disponível para essas pessoas. A Adutora de Serro Azul irá melhorar muito a questão da sustentabilidade hídrica desses municípios beneficiados", destacou o governador Paulo Câmara.

O chefe do Executivo estadual ressaltou que a construção da Adutora de Serro Azul é um passo importante para resolver os problemas hídricos do Estado, mas que isso só será possível de forma eficaz com a finalização de todas as obras, como a Adutora do Agreste, que não vem recebendo os repasses devidos do Governo Federal nos últimos meses. "A gente só resolve o problema quando todas a Adutora do Agreste estiver pronta e quando todo o Ramal do Agreste der a capacidade de utilização plena do canal (da Transposição do Rio São Francisco). Nós não vamos descansar enquanto não tiver pronto. Eu tenho colocado isso em todos os fóruns que eu tenho participado sobre a questão dos canais. Pernambuco já deixou muito clara a sua posição de que não vai aceitar pagar nada pelo canal da transposição enquanto as obras não estiverem prontas, porque não é justo pagar por uma coisa que não existe ainda na torneira dos pernambucanos", apontou Paulo.

Construída a partir da barragem de contenção Governador Eduardo Campos/Serro Azul, a obra consiste na implantação de 58 quilômetros de tubulações, quatro estações de bombeamento e um reservatório com capacidade para armazenar 4,5 mil metros cúbicos de água. A nova adutora será interligada à Adutora do Agreste na cidade de Bezerros, próximo a Encruzilhada de São João. Entre os municípios beneficiados estão  Gravatá, Caruaru, Bezerros, São Caetano, Belo Jardim, Sanharó, Tacaimbó, São Bento do Una, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. A partir da assinatura da ordem de serviço, a Compesa tem o prazo de 15 meses para concluir a obra.

As outras alternativas encontradas pelo Governo de Pernambuco para atender a região Agreste durante esse período de dificuldade hídrica foram a Adutora do Moxotó, que será concluída em dezembro deste ano e levará água da Transposição até Arcoverde, e as Adutoras do Pirangi e do Siriji, que  já foram já concluídas. Pirangí foi executada em ritmo emergencial (sete meses) para preservar a Barragem do Prata, em Bonito, enquanto a Adutora do Siriji já está abastecendo as cidades do Agreste Setentrional com água de Vicência, na Zona da Mata Norte.

O presidente em exercício da Compesa, Décio Padilha, detalhou que, com a interligação das obras da Adutora do Agreste e Serro Azul, o número de população beneficiada quase dobrará, atingindo também as pessoas que sofrem com o racionamento de água nos municípios do Agreste. "O sistema adutor de Serro Azul irá beneficiar diretamente 10 cidades. Nós temos duas contas aí, beneficiando 1,5 milhão de pessoas porque teremos sistemas interligados. A Adutora do Agreste e Serro Azul terão uma interligação, e nessa interligação iremos aproveitar trechos existentes em Gravatá e Belo Jardim. Com isso, a gente tem que fazer essa conta também de forma indireta, pois temos a população que tem acesso à água, porém sofre com um racionamento muito severo e vamos entrar com mais 500 litros por segundo nessa etapa", destacou.

A prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida, afirmou que a nova adutora, além de trazer mais dignidade à população, contribuirá também para o desenvolvimento agropecuário do município. “A produção do nosso município é agropecuária e depende muito da água. Então, é de fundamental importância a chegada de mais água vindo de Serro Azul, que foi construída para a contenção das cheias e que vai poder, agora, ser utilizada para levar água para as comunidades que precisam tanto desse subsídio”, disse, completando: “Eu acredito que água seja algo prioritário para o desenvolvimento social de qualquer região”.

Prefeito de Bezerros, Severino Otávio, revelou a sua satisfação em saber que, municípios que antes sofreram com a falta de água, poderão agora tranquilizar a sua população. "Quero apenas agradecer, em nome daqueles que sofreram o colapso de água como os municípios de Bezerros e Caruaru, e vários outros municípios que sofreram com a dificuldade de ter o pobre precisando comprar água e não poder comprar. Sabemos da dificuldade que é gerir um Estado, pois somos gestores dos municípios, já que sabemos que as dificuldades são proporcionais", ressaltou.

BARRAGEM SERRO AZUL - Iniciada ainda na gestão do ex-governador Eduardo Campos e finalizada no Governo Paulo Câmara, a Barragem de Serro Azul foi concebida inicialmente para conter as águas do rio Una e assim evitar enchentes em cidades da Mata Sul. Diante da crise hídrica, motivada por sete anos consecutivos de seca na região Agreste, e por sua localização privilegiada, em área de alto índice pluviométrico, foi constatado que a barragem — que tem capacidade de acumular 303 milhões de metros cúbicos de água —  poderia servir, também, ao abastecimento humano.  A obra custou cerca de R$ 500 milhões.

Em 2016, a  Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou o Projeto de Lei nº 962/2016, que deu a represa o nome do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, como forma de homenageá-lo pela visão social que permitiu vários avanços para o Estado.

Participaram da solenidade ainda os secretários estaduais João Campos (Chefe de Gabinete) e Marcelo Canuto (executivo da Casa Civil); o deputado federal Wolney Queiroz; os deputados estaduais Tony Gel e Laura Gomes; além dos prefeitos Hélio dos Terrenos (Belo Jardim), São Caetano (Jadiel Braga), Beta Cadengue (Brejão); o ex-prefeito de Belo Jardim, Cecílio Galvão; e o ex-vice-prefeito de Caruaru, Jorge Gomes. Estiveram presentes também o secretário geral da Compesa, Edson Cisneiros; o diretor de Articulação e Meio Ambiente da Compesa, Aldo Santos; o diretor técnico de Engenharia da Compesa, Rômulo Aurélio; e o diretor Regional do Interior da Compesa, Marconi Azevedo.


Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Prefeitura de Arcoverde realiza o 1º Seminário de Educação Infantil

A Secretaria de Educação e Esportes da Prefeitura de Arcoverde realizou nesta terça-feira, dia 17, o 1º Seminário de Educação Infantil, no auditório da Autarquia de Ensino Superior – Aesa, que faz parte das atividades da VI Semana do Bebê. Com o tema Educação Infantil e sua Especificidades no Contexto da Escola, o evento foi aberto pelas crianças Gerson e Nicole que fizeram as apresentações do espetáculo As Borboletas, com os pequenos da Creche José Rabelo de Vasconcelos, seguido de Samba Lelê, com os menores da Creche Dr. Jennecy Ramos.

A prefeita Madalena Britto, que tem a Educação como carro chefe de sua gestão, explicou que “em nossa gestão, investimos mais de 25% neste setor, por acreditar que tudo passa pela Educação. Por isso, temos que proporcionar a formação desde pequenos para que possamos colher os bons frutos do futuro”. A secretária de Educação e Esportes, Patrícia Cursino, argumentou que a creche não é lugar para que as crianças sejam cuidadas apenas no aspecto físico, mas também na parte cognitiva e funcional.

A palestra de abertura foi proferida pelo presidente do Instituto Alfa e Beto, João Batista de Oliveira. Ele fez uma análise sobre as dificuldades econômicas e sociais do país, que afetam as crianças a partir de quando são concebidas e as acompanham na creche, na escola e pela vida a fora. “O Brasil tem 160 milhões de pessoas na pobreza, sem água, esgoto e acesso à saúde. O ambiente externo afeta o desenvolvimento da criança tanto quanto a genética. Por isso, é muito mais positivo atacar a pobreza do que dar paliativos”, defendeu. Na sua explanação, ele avalia que as políticas públicas mais eficazes se dão antes da criança chegar à creche.

A deputada estadual Priscila Krause, que tem em seu currículo Curso de Liderança Executiva em Desenvolvimento da Primeira Infância, feito na Universidade de Havard (Boston, EUA), entre outros, abordou o tema Modelos de Atendimento às Crianças de 0 a 4 anos: Quais as Alternativas?

Fotos: Israel Leão

Moradores de Arcoverde-PE serão beneficiados com Bolsas de Estudo

Está aberta a temporada de matrículas nas escolas de todo o País, e a busca por uma instituição que proporcione formação de qualidade é o sonho de muitos pais, que colocam a educação dos filhos no topo das prioridades, vislumbrando um futuro melhor para eles. Infraestrutura, professores capacitados, proposta pedagógica, localização e preço estão entre os principais critérios avaliados na hora da escolha.

Porém, as mensalidades nem sempre estão acessíveis ao orçamento da família, mas contando com uma bolsa de estudo, esse sonho pode virar realidade e ser a esperança para um futuro melhor. Ciente dessa realidade, e, com o objetivo de incentivar ainda mais a democratização da educação, o Mais Bolsas ampliou a oferta de vagas para 2018 e irá beneficiar mais de 150 mil brasileiros com bolsas de estudo nas melhores creches, centro educacionais, escolas, educandários e faculdades de todo o País.

“O programa já possui atuação em mais de 2 mil municípios e entre eles está Arcoverde-PE,  que contará com mais de 3 mil bolsas estudantis de até 50% de desconto para  cursos do ensino superior e educação básica em instituições como Escola Conviver, Facear, Faculdade Fael, Wpós, entre outros”.  Revela José Araújo, gerente do Mais Bolsas.

A inscrição é gratuita, feita através do portal www.maisbolsas.com.br. Para se candidatar, basta selecionar a cidade, curso ou série e preencher o formulário. O quanto antes o cadastro for feito, mais vagas estarão disponíveis e há mais chances para os interessados. Mais informações podem ser obtidas nos telefones 4007-2209 para capitais e regiões metropolitanas ou 0800 002 5854 para demais localidades.

Governo Federal intervém a favor de credores e quer garantir prazo do Projeto São Francisco

O secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional, Antônio de Pádua, reuniu-se nesta segunda-feira (16) com os representantes da Mendes Júnior com o intuito de ajudar as negociações entre os comerciantes e fornecedores da construtora.

Durante o encontro, em Juazeiro do Norte (CE), foram discutidas possíveis alternativas legais para que a Mendes Júnior pague as dívidas com os credores. O principal objetivo do Ministério é garantir que as obras Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco não sofram mais interrupções que comprometam o cronograma de entrega do empreendimento.

O secretário Pádua destacou que os prejuízos dos atos de vandalismo que foram causados pelos credores da Mendes Júnior, na última semana, estão em avaliação pela Pasta e que as pessoas envolvidas serão responsabilizadas. Leia mais.

Ele ainda explicou que ações como essas causam instabilidade na execução da obra e comprometem a prioridade do Ministério, que é levar água para mais de 4 milhões de pessoas, como é o caso da capital cearense, que corre risco de entrar em colapso hídrico. “Estamos aqui fazendo uma gestão no sentido de encontrar uma solução para que o Eixo Norte não seja mais prejudicado e seja cumprido seu cronograma, que é chegar com a água nos primeiros meses de 2018 em Jati (CE)”, ressaltou.

Outro lado – O diretor da Mendes Júnior, Rony Moura, afirmou que a empresa está sensível aos prejuízos econômicos dos antigos fornecedores na execução da primeira etapa (1N) do Eixo Norte. “Estamos hoje aqui com a equipe do Ministério tentando achar [uma solução] o mais rápido possível em temos de levantar os recursos para sanar os problemas dos parceiros”, explicou.

As equipes técnicas do Ministério intermediaram diversas reuniões, neste ano, entre os credores e a construtora Mendes Júnior para que o impasse fosse sanado, porém ambas as partes ainda não chegaram a um consenso.

Municípios pernambucanos já podem oferecer vagas para os cursos profissionalizantes do Pronatec

Os municípios pernambucanos interessados em oferecer novas vagas dos cursos de qualificação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) já podem comemorar. O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, através da Empetur, vai viabilizar o sistema de inscrições para os novos cursos do programa. São oito modalidades que poderão ser preenchidas por pessoas com idade superior a 15 anos. A ideia é aprimorar os conhecimentos de quem já trabalha ou pretende ingressar nas atividades turísticas.

Os cursos profissionalizantes são gratuitos e divididos em Espanhol básico, Inglês básico, Libras, Locutor/animador, Mensageiro, Recepcionista e Produtor de cerveja. O conteúdo programático ficará disponível no site do Pronatec, uma vez que o curso adota a metodologia de ensino a distância. Os cursos têm duração de até quatro meses. As inscrições podem ser realizadas até próxima sexta – feira (20), nas secretarias de turismo dos municípios.
 
“Estamos reforçando o convite aos municípios na intenção de incrementar a oferta de trabalho no setor turístico. Nosso objetivo é priorizar a qualificação profissional e oferecer um diferencial para os turistas do Estado”, argumenta o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.

Os municípios interessados em disponibilizar as vagas devem entrar em contato com a Unidade de Qualificação da Empetur pelo telefone: 3182-8187.

PRONATEC - O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, por meio da Lei 12.513/2011, com o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país. O Pronatec busca ampliar as oportunidades educacionais e de formação profissional qualificada aos jovens, trabalhadores e beneficiários de programas de transferência de renda. O Pronatec oferece cursos gratuitos em âmbito nacional. Em parceria com as Redes Federais, estaduais, distrital e municipais de educação profissional e tecnológica, com os Serviços Nacionais de Aprendizagem (Sistema S) e com as instituições privadas.

Arcoverde vai ganhar reforço de policiais e unidade da Polícia Científica

Durante visita à sede do 3° Batalhão de Polícia Militar, localizada no município de Arcoverde, na manhã desta segunda-feira (16/10), o secretário de Defesa Social (SDS), Antônio de Pádua, anunciou que novos policiais militares passam a reforçar o patrulhamento ostensivo na Região já no início do mês de novembro. Ainda na ocasião, o secretário informou que a cidade também será contemplada com uma unidade da Polícia Científica, que abrangerá o Instituto de Medicina Legal (IML), Instituto de Criminalística (IC) e Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB).

“Recentemente, colocamos 1,5 mil novos policiais militares nas ruas e mais 1,3 mil já deram início ao Curso de Formação da PM. Assim, estamos trabalhando no sentido de recompletar o efetivo do 3° BPM. Além disso, teremos 1.200 novos profissionais formados nas polícias Civil e Científica já no inicio de 2018. Com isso estamos trabalhando em um projeto de interiorização das Instituições. Hoje, já começamos a avaliar imóveis para instalação da Policia Científica na cidade”, informou o secretário.

A visita ao município de Arcoverde marca o início da viagem do executivo ao Sertão do Estado, que ainda contemplará os municípios de Salgueiro, Cabrobó, Custódia e Serra Talhada. O objetivo é conhecer, avaliar e discutir melhorias para as estruturas de segurança pública na Região. Em Arcoverde, além de conhecer a sede do 3° BPM, o secretário conheceu a sede da 19ª Delegacia Seccional de Polícia Civil e a Delegacia da 156° Circunscrição de Arcoverde.

Para conhecer a estrutura da segurança pública na região, o secretário foi acompanhado pelo chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrle do Amaral; pela gerente da Policia Científica, Sandra Santos; pelo diretor integrado do Interior 2 da Polícia Civil, Rivelino; do diretor integrado do Interior 2 da Polícia Militar, coronel Flávio Morais; e do comandante do 3° BPM, tenente-coronel Clodualdo José.

Ainda no 3° BPM, a gerente geral da Polícia Científica, Sandra Santos, falou sobre a interiorização do órgão. “Eu considero que a interiorização da Polícia Científica está começando por Arcoverde e é um avanço muito grande para a Região, pois vai possibilitar a realização de algumas perícias, tanto para moradores da cidade, quanto da região”, comentou Sandra Santos.

Finalizando a visita à cidade, o secretário Antônio de Pádua foi recebido pela prefeita de Arcoverde, Madalena Britto. Na reunião, que contou com a presença de secretários municipais, foi apresentado o trabalho que vem sendo desenvolvido na Região e anunciou as melhorias que estão previstas para a segurança pública. Também foi discutida medidas que podem ser desenvolvidas pelo próprio município para apoiar as ações de segurança do Estado, como a instalação de câmeras municipais e melhoria da iluminação municipal.

“É muito importante quando um secretário vem a nossa cidade, pois ele vem sentir a nossa realidade e entender as nossas demandas. Estou muito feliz, pois o secretário trouxe notícias muito positivas, como o aumento do efetivo e a instalação da polícia científica na cidade, além da possibilidade de ganharmos a Delegacia da Mulher”, comemorou a prefeita.

Delegacia da Mulher – Ainda durante a visita a prefeitura de Arcoverde, o secretário confirmou que a Polícia Civil vem trabalhando com o intuito de implantar a Delegacia da Mulher no município. “Arcoverde é uma cidade que possui um número de ocorrências de feminicidio abaixo da média do Estado, muito devido ao trabalho que temos implementado em relação à Lei Maria da Penha. Ainda assim, temos feito gestão junto ao poder judiciário para a sessão de um imóvel para instalação da Delegacia da Mulher e da Delegacia de Homicídios”, explicou o chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrle do Amaral.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Obra do Eixo Norte do Projeto São Francisco é alvo de furto e invasão

As equipes técnicas do Ministério da Integração Nacional identificaram, nesta segunda-feira (9), o furto de uma das bombas das comportas do reservatório Tucutu do Projeto de Integração do Rio São Francisco, em Cabrobó (PE). O evento aconteceu no mesmo dia em que os credores da empresa Mendes Júnior invadiram a unidade do Ministério, em Salgueiro (PE), impedindo que os servidores cumprissem a sua jornada de trabalho.  Os assuntos estão sendo tratados na Polícia Civil local, com o registro de mais um Boletim de Ocorrência.

Com o novo episódio, a área jurídica do Ministério apresentou hoje um recurso de reintegração de posse do prédio à Justiça Federal para normalizar a situação. Até o momento, não houve deliberação do órgão e parte do grupo invasor ainda continua instalado no edifício.

Desde a última sexta-feira (6), as estruturas do Eixo Norte do Projeto São Francisco estão sofrendo diversas avarias. Primeiro, as mangueiras das comportas do reservatório Tucutu foram danificadas, o que gerou vazamento de óleo dentro do açude, fazendo com que essas comportas fossem fechadas por questão de segurança da barragem e das pessoas que moram na região. Além disso, a estrutura de controle de Tucutu também foi deteriorada por pichações. O texto é assinado pelos credores da Mendes Júnior - empresa que havia sido contratada para a obra, mas que não a concluiu.

Esses atos criminosos prejudicam o abastecimento de mais de 4 milhões de pessoas que estão a espera da água do Projeto São Francisco, como é o caso da capital cearense de Fortaleza. Além dos vários agricultores da região que virão a ser contemplados pelo ‘Velho Chico’.

Para equacionar a situação, o Governo Federal já está analisando as medidas legais cabíveis para que as águas do São Francisco voltem a percorrer os canais. Os prejuízos causados também estão sendo analisados para que as comportas possam ser reabertas o mais rápido possível.

A construtora Emsa – nova responsável pelo trecho da 1N do Projeto – denunciou ainda à polícia que os trabalhadores da empresa têm sofrido diversas ameaças de integridade física.

RESPONSABILIDADE – O Ministério da Integração Nacional não possui nenhum débito com a antiga empresa do Eixo Norte. Ao contrário disso, a dívida da Mendes Júnior com a Pasta já supera R$ 200 milhões.

Como são prestadores de serviço com uma relação contratual entre empresas privadas, a União está impedida de pagar débitos da construtora com seus fornecedores, de acordo com a legislação. Portanto, a responsabilidade por esta quitação é da empresa Mendes Júnior, que assumiu o compromisso com os comerciantes. Segundo os credores, a dívida é de R$ 24 milhões.
 
Preocupado com a situação, os técnicos do Ministério mediaram diversas reuniões entre as partes, nos últimos meses, para que fosse fechado um acordo.

Ações de segurança reforçadas no município de Sertânia

Localizado no Sertão do Moxotó, o município de Sertânia está recebendo, desde o início da manhã desta terça-feira (10/10), a Operação Força no Foco, ação integrada da Secretaria de Defesa Social, que busca combater os homicídios, além do tráfico de drogas ligados a essas ocorrências.

Enquanto policiais militares intensificam rondas, abordagens e blitze em áreas consideradas quentes da cidade, ou seja, locais que registram números altos de homicídios e roubos, policiais civis estarão reforçando as oitivas e coleta de provas de inquéritos de homicídios em aberto no município. O cumprimento de mandados de busca e apreensão em abertos também serão alvos da Operação.

O trabalho está recebendo apoio do Grupamento Tático Aéreo (GTA), que reforça as ações com um helicóptero. Além disso, a Operação Lei Seca, que reúne PM, Detran e Secretaria Estadual de Saúde, também estará realizando abordagens a motoristas. 

A Polícia Militar também dará suporte ao Corpo de Bombeiros durante atuação em bares e restaurantes da cidade. O objetivo é fiscalizar esses tipos de estabelecimento, principalmente os que funcionam de forma clandestina ou irregular. Caso seja constatado qualquer problema com os locais, eles podem ser interditados ou, até mesmo, fechados.

FORÇA NO FOCO – A ação, que ocorre de forma integrada entre as forças de segurança pública, também está sendo realizada, de forma simultânea, em todo o Estado. Neste momento, a Operação está ocorrendo nos municípios de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, e em Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife.​

Madalena Britto visita obras e anuncia novas ordens de serviços em Arcoverde

Mesmo em meio a uma crise financeira vivida por todo país, a Prefeitura de Arcoverde tem procurado manter o ritmo de trabalho. A Prefeita Madalena Britto visitou algumas obras em andamento pela cidade, no início deste mês de outubro.

Na zona rural, esteve na construção da quadra poliesportiva no Riacho do Meio. Com um investimento do Ministério do Esporte de mais de R$ 850 mil, a obra tem previsão de ser entregue até o início de 2018.

No Parque Portal do Sertão, o parque Linear, após o destrato com empresa anterior, a nova construtora dá agilidade a essa primeira etapa orçada em aproximadamente, R$ 700mil. A obra vai contar com espaço de convivência arborizado, composto por ciclovia, pista de cooper e parque infantil.

Em parceria com a Secretaria das Cidades, a prefeitura começou a pavimentação de mais de 3.000 metros quadrados na Rua Leonardo Arcoverde, via que dá acesso à Vila São Francisco. “Não temos medido esforços para garantir a continuidade das obras na cidade. Até o final de outubro, vamos dar novas ordens de serviços de grandes obras e pavimentação de mais ruas. Tudo isso, é fruto de muita persistência e articulação para liberação dos recursos federais e estaduais”, ressaltou a prefeita Madalena.

Para a assinatura das ordens de serviço, em calçamentos, são cerca de R$ 2.850.000,00 do Ministério das Cidades para 27 ruas, nos bairros do São Miguel, JK, Jardim Petrópolis, Cohab II, São Cristóvão, Boa Vista, Cidade Jardim e Pôr do Sol. Entre as obras maiores estão a Praça da Juventude, localizada no antigo centro de Educação Física com um aporte de R$ 1.800.000,00 do Ministério dos Esportes e o Centro de Artesanato e Gastronomia, numa obra de revitalização do antigo açougue público com um investimento de R$ 620 mil do Ministério do Turismo.

“São cerca de R$ 5milhões só neste mês. Continuaremos na luta para a liberação de mais recursos. Com a união de todos conseguiremos ainda mais desenvolvimento para nosso município.”, finaliza a prefeita.

Fotos: David Mayer

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Secretário Felipe Carreras palestra sobre desenvolvimento da conectividade aérea de Pernambuco em evento nacional de aviação

O crescimento exponencial de Pernambuco no cenário do turismo foi um dos destaques do Seminário Desafios da Aviação, realizado nesta quarta-feira (4), em Brasília. No evento, o secretário de Turismo, Esportes e Lazer do Estado, Felipe Carreras, integrou a mesa sobre a relação entre aviação e turismo, na qual ressaltou a ampliação da malha aérea, a inauguração de novos voos internacionais e o impacto disso em diversos setores da economia.
 
Durante o painel, Carreras destacou o posicionamento estratégico de Pernambuco dentro do Nordeste, ressaltando que seja pelo aspecto logístico, econômico ou de entretenimento, o Estado é o centro da região. “A conectividade aérea pernambucana é reflexo dessa posição privilegiada em relação à região. Temos voos diretos para todas as capitais nordestinas e, desde 2015, nossa malha aérea cresceu substancialmente”, ressaltou o secretário. Na atual conjuntura, Pernambuco opera 24 destinos nacionais e 12 internacionais. No período, a capital Recife, pela primeira vez, ultrapassou Salvador no número de voos diretos para destinos nacionais.

Os números relativos à malha aérea pernambucana tendem a crescer em breve. Isso porque o secretário adiantou que, a partir desta quinta-feira (5), o Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes vai incluir mais três destinos internacionais em sua operação. Dessa forma, o equipamento subirá para 15 a quantidade de destinos com conexão direta a partir da capital pernambucana.

Ainda sobre o Seminário, nos painéis anteriores foram abordados outros temas referentes à conexão aviação-turismo. Entre as análises, destaque para o impacto do transporte aéreo no turismo, o estímulo para o desenvolvimento socioeconômico e a contribuição da tecnologia para aumentar a eficiência das companhias aéreas.

Deputado critica aprovação de fundo eleitoral para campanhas

Contrário à criação de um fundo de financiamento público para campanhas eleitorais, o deputado federal Danilo Cabral (PSB) lamentou a aprovação do projeto de lei do Senado pela Câmara dos Deputados na noite desta quarta-feira (4). Desde o início deste debate, o parlamentar disse que votaria contra a criação de qualquer fundo que fosse financiado com recursos retirados de políticas públicas.

"Sempre defendemos que, no momento de grave crise que tem penalizado sobretudo o cidadão com retirada de direitos, cortes em programas sociais e elevado desemprego, uma proposta de criação de um fundo eleitoral nesta condição era inconcebível. Infelizmente, este não foi o entendimento da maioria da Câmara dos Deputados", afirmou Danilo Cabral.

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) é estimado em R$ 1,7 bilhão para o próximo ano. Será composto, ao menos, por 30% das emendas de bancadas de deputados e senadores e pela renúncia fiscal economizada com fim da propaganda partidária nas emissoras de rádio e de TV. O texto segue para sanção presidencial.


Foto: Chico Ferreira

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

TCU determina retomada da parceria da Hemobrás para o Fator VIII

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou, nesta quarta-feira (4), ao Ministério da Saúde, em sessão plenária, a suspensão da portaria que revogou a parceria do laboratório irlandês Shire com a Hemobrás para a produção do fator recombinante. O chamado Fator VIII, insumo de elevado valor agregado e alta densidade tecnológica,  usado na fabricação de coagulante, é essencial no tratamento da hemofilia.

O senador Armando Monteiro (PTB-PE), um dos mais atuantes parlamentares da bancada pernambucana em defesa da produção do fator recombinante em Pernambuco, classificou a decisão do TCU como justa e oportuna. “A parceria entre a Hemobrás e a Shire, dessa forma, poderá ser retomada e a fabricação do fator recombinante em Goiana, fundamental para tornar a estatal economicamente viável, não sofrerá solução de continuidade”, declarou Armando.

O Acórdão 2207/2017 do TCU, proferido hoje, dá prazo de dez dias ao Ministério da Saúde para comprovar a suspensão da portaria. Dá também prazo de dez dias ao Ministério para informar o Tribunal como irá atuar para manter a importação do fator recombinante. O TCU justificou sua decisão argumentando que a suspensão da parceria entre a Hemobrás e o Shire, determinada pelo Ministério, “pode implicar desabastecimento do medicamento ao longo de 2018 ou aquisição por preços superiores”.

O ministro Ricardo Barros quer que a produção do fator recombinante seja transferida para Maringá, numa associação do grupo suíço Octopharma com a Tecpar, instituto de tecnologia do governo paranaense, retirando sua futura linha de produção de Goiana, onde está instalada a Hemobrás.

Foto: Ana Luisa Souza/Divulgação

Comissão de Administração aprova gratificação no Pacto Pela Vida

A Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Pernambuco aprovou, na manhã desta quarta-feira (4), o Projeto de Lei Nº 1596/2017, de autoria do Poder Executivo, que reformula o modelo de gratificação aplicado no Pacto Pela Vida (PPV), política de segurança pública do Governo de Pernambuco em execução há dez anos. O texto do projeto prevê uma bonificação para policiais civis e militares que superarem metas e alcançarem bons resultados nas ações de combate à violência.

Na proposta, está incluída a premiação por apreensão de armas de fogo, cocaína e seus derivados e o cumprimento de mandado de prisão e de busca e apreensão de menor infrator. “Com a gratificação do Pacto Pela Vida, o Governo de Pernambuco premia os policiais que superam metas estabelecidas pelo programa de defesa social, objetivando reduzir os índices de violência em nosso estado e criando um ambiente favorável para o desenvolvimento do trabalho de repressão ao crime, além de melhorar a remuneração daqueles que se destacam no exercício da função”, comentou o presidente da Comissão de Administração, deputado Lucas Ramos (PSB).

O projeto prevê uma recompensa aos policiais militares e civis de até R$ 2 mil no caso de apreensão de armas de uso exclusivo das forças armadas e de até R$ 1 mil para aqueles que obtiverem bons resultados nas ações de combate ao tráfico de drogas como o crack. Criada pela Lei Estadual Nº 15.458/2015, a Gratificação Pacto Pela Vida (GPPV) estabelece a premiação como mensal, definida a partir da análise de desempenho dos servidores.

Secult-PE decide acatar pedido de tombamento da Casa de Capiba

 A Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) acatou o pedido para tombamento da casa de número 369, na Rua Barão de Itamaracá, no bairro do Espinheiro (Recife), onde morou o compositor Lourenço da Fonseca Barbosa, o ilustre Capiba (1904-1997). Nos próximos dias será publicado edital para abertura do processo de tombamento. A Fundarpe – órgão ligado à Secult-PE, responsável por análises na área de patrimônio – fará todo levantamento cultural e histórico do imóvel e encaminhará o documento para o Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural, que aprofundará a análise e emitirá o parecer definitivo sobre o tombamento. De todo modo, pela lei de proteção do estado a bens materiais, o imóvel encontra-se protegido durante todo processo, como se já tombado estivesse.

A presidente da Fundarpe, Márcia Souto, explica que a análise da instituição - que fundamentou o acatamento do pedido pela Secretaria de Cultura - considerou a dimensão simbólica e o valor imaterial do imóvel. “A dimensão do seu valor se dá porque ali morou um ícone da cultura pernambucana e brasileira, que foi Capiba”, diz a gestora.

Ela ressalta ainda que, em 2013, reconhecendo a relevância cultural e histórica da obra de Capiba, a Fundarpe já havia feito o arrolamento de todo o seu acervo, composto por mais de cinco mil peças, entre objetos pessoais, partituras, discos, livros, DVDs, troféus, placas, etc.

A Casa onde morou Capiba também se encontra em processo de desapropriação pelo Governo de Pernambuco, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Secretaria de Administração. “O que já está certo, e que foi motivo para a desapropriação por parte do Governo, é que o imóvel servirá para salvaguardar a memória artística pernambucana, através da arte deste ícone da nossa cultura, Capiba”, diz Márcia Souto.



Confira abaixo imóveis que já contam com proteção estadual (tombados) e que foram moradia de nomes ilustres de nossa história:

1. Ambientes de Origem e Memória de Luiz Gonzaga do Nascimento (Luiz Gonzaga) – O Rei do Baião, composto pela antiga Casa de Januário na Vila da Fazenda Araripe e pelo Parque Aza Branca (Exu)

2.     Antiga Casa Rural do ex-Governador Dr. José Rufino Bezerra Cavalcanti, Com terreno respectivo medindo 16.990m², na antiga Usina José Rufino – (Cabo de Santo Agostinho)

3.    Casa da Rua da Imperatriz, 147, onde nasceu Joaquim Nabuco, na Boa Vista (Recife)

4.     Casa do Cardeal Arcoverde, antiga Fazenda Fundão. (Arcoverde)

5.     Casa do Conselheiro João Alfredo - Ampliação do perímetro do Engenho São João – (Itamaracá)

6.     Casa Grande e Jardim do Coronel (Paulista)

7.     Casa n° 143 da Rua Vidal de Negreiros, Pátio do Terço, bairro de São José, Cidade do Recife - "Casa De Badia" (Recife)

8.     Casa natal de Oliveira Lima, 813, Boa Vista (Recife)

9.     Casa nº 263 da Rua da União, Boa Vista, onde viveu o Poeta Manuel Bandeira (Recife)

10.      Sobrado Grande da Madalena, na Praça João Alfredo, atual Museu da Abolição, que foi a casa do Conselheiro João Alfredo (Recife)

11.      Vivenda Santo Antônio de Apipucos, a casa de Gilberto Freyre e Sítio paisagístico ao seu redor (Recife)

Unidades de Saúde de Arcoverde recebem a Campanha Outubro Rosa

A Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Arcoverde, juntamente com a coordenação de Saúde da Mulher, iniciam nesta quinta-feira, 05 de outubro, a programação da Campanha Outubro Rosa. Direcionada à conscientização e prevenção do câncer de mama e de colo uterino, a iniciativa visa sensibilizar o público feminino com palestras e outras atividades envolvendo a prevenção e os métodos de diagnóstico das doenças.

Com Roda de Conversa aberta ao público interessado, que acontece a partir das 10h, no Centro de Atenção ao Idoso, as participantes estarão dialogando sobre a importância de efetuar com frequencia o auto exame, como também terão informações precisas sobre formas de identificar sinais e possíveis sintomas, para que sejam efetuados exames clínicos para os dois tipos de cânceres. “A prevenção e a detecção precoce são as melhores armas que as mulheres possuem. Por isso, estamos intensificando a campanha em nosso município, promovendo ações efetivas de cuidado com a saúde do referido público”, ressaltou Andreia Britto, secretária de Saúde de Arcoverde.

Na próxima quarta-feira, dia 11 de outubro, a Unidade Básica de Saúde da Família – UBSF Veraneio, na Cohab II, também contará com Roda de Conversa a partir das 8h. A programação da campanha terá ainda palestras que estarão sendo proferidas em várias UBSFs do município, assim como a realização da Caminhada do Outubro Rosa, que acontece no dia 19 de outubro, sendo aberta ao público e contando com a participação de agentes comunitários de saúde, médicos, enfermeiros e odontólogos.


Confira a programação completa:


- Roda de Conversa
Local: Centro de Atenção ao Idoso (Av. Cel. Antônio Japiassu, 333, Centro)
Quando: quinta-feira, 05 de outubro
Horário: às 10h

- Roda de Conversa
Local: UBSF Veraneio (Rua da Rosa Mística, 257 – Cohab II)
Quando: quarta-feira, 11 de outubro
Horário: às 8h

- Palestras
UBSF Marta Xavier da Silva (Rua: Padre Antônio Witsehge, 75, São Miguel)
Quando: quarta-feira, 11 de outubro
Horário: às 9h

UBSF Severiano de Britto Freire (Povoado Caraíbas Vila Canadá)
Quando: quarta-feira, 11 de outubro
Horário: às 9h

Centro de Especialidade Odontológica – CEO (Rua Neto Cavalcante, 388, Centro)
Quando: terça-feira, 17 de outubro
Horário: às 8h

UBSF Eulália Silva Maciel (Rua: Sérgio de Souza Padilha, 51, Centro)
Quando: terça-feira, 17 de outubro
Horário: às 8h

UBSF Eulália Camelo de Almeida (Rua 7, Quadra 05 – Novo Arcoverde – Vila do Presídio)
Quando: quarta-feira, 18 de outubro
Horário: às 8h


UBSF Neuza Pacheco Duque (Rua Neto Cavalcanti, 388 – Centro)
Quando: dias 18 e 19 de outubro
Horário: às 8h

- Caminhada do Outubro Rosa
Quando: quinta-feira, 19 de outubro
Saída: às 16h
Concentração: Praça Barão do Rio Branco (em frente à antiga estação de trem)
Trajeto: Av. Antônio Japiassu até a Praça Winston Siqueira, no centro da cidade.


Arte: Robson Lima

Juventude do PSB no Recife promove debate sobre protagonismo e liderança

A juventude do PSB no Recife promove, no próximo sábado (7), a partir das 9h, um importante debate sobre protagonismo juvenil e liderança. No evento, batizado de #PolíticaJovem, que chega a sua segunda edição, o principal objetivo é fomentar a discussão sobre o papel do líder no desenvolvimento dos negócios, das organizações e das pessoas.

Para contribuir com a temática, foram convidados o jornalista e atual Secretário-Executivo de Esportes de Pernambuco, Diego Perez, e Allef Dantas, estudante do ProUni Recife.

"Queremos discutir o potencial de cada jovem em transformar a sociedade, instigar a sua liderança, que é enorme. Este será um momento muito especial", avalia Rhayann Vasconcelos, presidente da JSB Recife.

O encontro gratuito acontece na sede do PSB de Pernambuco, localizada no Empresarial Burle Marx (Av. Agamenon Magalhães, 2615, Boa Vista). Para participar, é necessário realizar a inscrição através das redes sociais do segmento.

Danilo Cabral se reúne com representantes do movimento em defesa da Assistência Social

Preocupado com o corte de 98% do orçamento federal previsto para a assistência social em 2018, o deputado federal Danilo Cabral (PSB) colhe assinaturas para a criação de uma Frente Parlamentar em Defesa do Sistema Único da Assistência Social. Ele falou sobre a iniciativa durante reunião com representantes do Fórum Nacional de Secretários de Assistência Social (Fonsea), do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congema), do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social de Pernambuco (Coegema/PE) e da Secretaria Estadual de Assistência Social de Pernambuco.

“Essa redução dos recursos para manutenção da atual rede de serviços e programas significa o fim da assistência social no Brasil. Causa indignação porque quem mais será prejudicada é a população mais vulnerável, como crianças, adolescentes, idosos, pessoas em situação de rua, pessoas com deficiência”, afirmou Danilo Cabral durante o encontro. O parlamentar disse que já iniciou a coleta de assinaturas de deputados e senadores para a formalização da Frente. No total, são necessárias 198 assinaturas sua criação.

“É necessário mobilizar o Parlamento e a sociedade, envolver mais atores sociais nessa luta em defesa do SUAS. Vamos fazer uma grande convocação para fortalecer essa rede em defesa da Assistência Social em todo Brasil”, falou Danilo para os presentes na reunião.

A presidente do Coegema/PE e também Secretária de Assistência Social da cidade de Surubim,Penelope Andrade, destacou a importância do apoio do deputado Danilo Cabral. “A ideia de criar uma Frente Parlamentar foi muito comemorada por todos nós. O cenário é muito preocupante e toda mobilização é urgente e necessária para evitarmos o colapso da assistência social”, afirmou. 

De acordo com ela, em Pernambuco, o corte do orçamento anunciado pelo governo federal pode representar o fechamento de 326 Centros de Referência de Assistência Social, 425 Espaços de Promoção de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças, adolescente e idosos, prejudicando o atendimento de aproximadamente 100 mil pessoas diretamente. Também ficarão comprometidos os serviços prestados em 158 Centros de Referência Especializado de Assistência Social, 8 Centros Especializados para População em Situação de Rua e 136 Unidades de Acolhimento Institucional para Crianças, Adolescentes, ldosos, Pessoas com Deficiência, Adultos e Famílias.



Lucas Ramos comemora posicionamento de entidades a favor da Chesf

O deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Chesf, Lucas Ramos (PSB), comentou na tarde da terça-feira (3) o posicionamento do governador Paulo Câmara em relação aos trabalhos desenvolvidos na Assembleia Legislativa pelo fortalecimento da estatal. Na segunda-feira, o chefe do Poder Executivo recebeu o colegiado pernambucano no Palácio do Campo das Princesas e teceu duras críticas à falta de diálogo e transparência por parte do Governo Federal sobre a proposta de privatização do sistema Eletrobras (que inclui a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco).

Em seu pronunciamento, Lucas Ramos elogiou a postura de Paulo Câmara. “Fomos a primeira frente instalada no país e nossa luta recebeu apoio irrestrito do governador, que lidera com firmeza a mobilização junto aos outros estados nordestinos atendidos diretamente pela companhia”, salientou, lembrando que no dia 5 de setembro foi entregue ao presidente Michel Temer uma carta assinada pelos gestores estaduais da região pedindo informações e apresentando propostas para a Chesf que evitariam a privatização. “Até agora, os governadores não foram sequer respondidos, mais um exemplo da forma como atua a gestão do 'desgoverno' Temer: de dentro dos gabinetes e de costas para a sociedade ”, afirmou Lucas.

O parlamentar também abordou o posicionamento de entidades a favor da Chesf e contrárias à privatização, como a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). “Os bispos externaram suas preocupações e entendem, assim como nós, que a privatização da Companhia causará um grande impacto na produção da agricultura familiar e trará danos ao meio ambiente”, disse. “Inspirados por Dom Hélder Câmara, que sempre lutou pelo desenvolvimento do Nordeste e teve participação ativa em conquistas como a Sudene, nossos bispos são voz forte na sociedade e alertam para os prejuízos que podem chegar às populações ribeirinhas”, completou o socialista.

A Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe) externou preocupação com o possível reajuste na tarifa de energia, tema que foi abordado pelo deputado Lucas Ramos. “A Fiepe, observando o impacto que uma venda da Companhia possa causar nos custos de produção, também se junta à nossa luta e acredita que a privatização irá aumentar a tarifa de energia elétrica, elevando os custos de produção e comprometendo a geração de empregos” ressaltou.

Também mereceu a atenção do deputado a declaração do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), contrária às movimentações do governo federal. “O Crea já manifestou sua indignação com a proposta de venda do sistema Eletrobras, afirmando se tratar de uma ameaça à soberania do país a entrega do nosso patrimônio energético”, discursou Lucas.

A Frente Parlamentar em Defesa da Chesf completa na próxima quinta-feira o primeiro mês de trabalho e já participou de atividades e audiências públicas no Recife, Brasília, Salvador, Petrolina e de uma audiência pública conjunta promovida pelas câmaras de vereadores das cidades alagoanas de  Delmiro Gouveia, Piranhas e Pariconha. O colegiado ainda visitou o Ministério Público Federal e marcou presença em dois atos realizados na sede da estatal.